Esporte | Cadê a torcida?

Presidente do Sampaio critica torcida: “não vou aceitar críticas de internet”

Sérgio Frota lamentou públicos baixos em jogos da Série B no Castelão e disse: “se quiser me xingar, que vá ao estádio”
01/08/2018 às 16h27
Presidente do Sampaio critica torcida: “não vou aceitar críticas de internet”Sérgio Frota durante apresentação do técnico Paulo Roberto (Diego Chaves / O Estado)

SÃO LUÍS – Em um tom crítico em relação a pouca presença da torcida em jogos do Sampaio no Castelão, o presidente do clube, Sérgio Frota, disse, durante a presentação do técnico Paulo Roberto, que o torcedor que quiser xingá-lo agora vai ter que frequentar as partidas da equipe no estádio. O mandatário disse ainda que não vai mais abrir treino da equipe para os torcedores. Com ironia, ele afirmou que não vai mais aturar críticas de “torcedor de internet”. Com média de 3.402 pagantes por jogo, o Tricolor é apenas o 11º colocado no ranking de público na Série B do Campeonato Brasileiro.

Sérgio Frota disse que, pelo menos por enquanto, até o time sair da fase ruim que atravessa no campeonato, não vai mais permitir contatos dos atletas que com os torcedores, somente no estádio. “o Sampaio é campeão do Nordeste. Não vou me preocupar com torcedor de internet. Quem quiser me criticar, que vá ao estádio fazer isso”, asseverou o dirigente.

Frota ressaltou ainda que o Sampaio é o único time maranhense em atividade no momento e relembrou seus feitos à frente do clube. Se não fosse o Sampaio, nem a nossa imprensa esportiva teria trabalho para fazer no restante do ano”.

Mesmo com o ticket médio de R$ 10,00, um dos mais baratos da Série B, o Sampaio não está nem tem nem um jogo seu no Castelão entre os 20 melhores públicos pagante nesta edição do certame, segundo levantamento do Globoesporte.com.

Com 16 pontos, na 19ª colocação da Série B, o Sampaio enfrenta o Criciúma (SC), neste sábado (4), pela 19ª rodada, e a torcida tem a oportunidade de mostrar seu apoio ao time já que a partida, que começa às 21h, será no estádio Castelão, em São Luís.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte