Roubo

Polícia investiga Policial Militar por roubo de um carro no Piauí

Sargento da PM do Maranhão foi preso junto com dois comparsas em Caxias suspeito de participação em um assalto na cidade de Teresina

Ismael Araújo

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h29
Wemerson Barros e Ana Lúcia presos junto com o PM por roubo de carro
Wemerson Barros e Ana Lúcia presos junto com o PM por roubo de carro (Casal)

CAXIAS - A Polícia Civil ainda ontem estava investigando a participação do sargento da Polícia Militar reformado, Elias Araújo, em roubo de veículos no Maranhão e no estado do Piauí. A polícia informou que ele, em companhia dos criminosos Wemerson Barros e Ana Lúcia Pereira da Silva foram presos na terça-feira, 24, na cidade de Caxias, com um veículo Ônix Branco, de placas PIR-1849, que tinha sido tomado de assalto na capital piauiense.

“Esse militar já havia sido preso anteriormente pelo crime de receptação e porte ilegal de arma de fogo”, disse o delegado Jair Paiva, da regional de Caxias. Segundo ele, primeiramente foram presos Wemerson Barros e Ana Lúcia Pereira que haviam tomado de assalto o Ônix branco de um motorista de Uber, na noite de segunda-feira, 23.

Em seguida, os policiais se deslocaram até a residência do militar, em Caxias, onde apreenderam o carro roubado. O sargento foi preso pelo crime de receptação e foi apresentado junto com os outros detidos na delegacia de Polícia Civil de Caxias. Foi arbitrada uma fiança ao militar no valor de R$ 2.500,00, mas ainda ontem ele não tinha recolhido o dinheiro. “O sargento não permitiu a entrada dos policiais civis em sua residência. O produto roubado estava no local e tinha sido rastreado”, explicou o delegado.

Jair Paiva afirmou, também, que o policial havia sido preso em Teresina pelo mesmo tipo de crime em 2016. Ele é suspeito, ainda, de ter efetuado tiros em via pública durante um evento, em Caxias. O filho do policial militar, Elenilson de Jesus, o Lenon, responde a vários processos no Maranhão e no Piauí.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.