Estado Maior | COLUNA

Pagando pelo crime

25/07/2018

Foi identificado o administrador dos perfis fakes no Facebook da ex-governadora Roseana Sarney (MDB). Trata-se de Fabrício de Oliveira, titular de blog de Imperatriz, que pelas redes sociais sempre anunciou que trabalha para o governo de Flávio Dino (PCdoB) recebendo por anúncios em seu blog simplesmente “tirando nota”.
O nome de Fabrício Oliveira veio à tona quando uma montagem em uma foto de Roseana com o deputado Hildo Rocha, que teve o rosto trocado pelo do presidente Michel Temer, começou a ser divulgada em redes sociais por aliados do governador Flávio Dino. Até o atual secretário Estadual de Comunicação e Articulação Política, Ednaldo Neves, espalhou a foto falsa. No caso de Fabrício, ele era um dos que também tratou de postar a montagem.
A defesa da emedebista entrou com ação na Justiça pedindo a retirada do ar dos dois perfis fakes. Em sua decisão, o juiz eleitoral Clodomir Reis determinou, além da retirada do ar das páginas, que fossem identificados os administradores das páginas.
Cerca de uma semana depois, Fabrício Oliveira foi identificado como o autor das páginas que foram criadas unicamente para atacar pessoalmente a ex-governadora. Agora, Fabrício - que aparece em muitas fotos em rodas de conversas com governistas, entre eles o ex-secretário Márcio Jerry e o próprio Flávio Dino - terá de se explicar para a Justiça e responder pelo ato que cometeu. Lembrando que espalhar notícias falsas na internet é crime e vem sendo um dos principais alvos da Justiça Eleitoral, já que pode influenciar no pleito e prejudicar candidatos.
Ele já está preso desde a última segunda-feira, 23, não pela criação da página falsa no Facebook, mas por outro crime cometido que já teve julgamento definido e mandado de prisão decretado.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte