Política | Eleições 2018

Todos os pré-candidatos a governador do Maranhão já marcaram convenções

PSTU será o primeiro a fazer convenção para confirmar o nome de Ramon Zapata na disputa para o governo; PSDB será o último a fazer encontro
Carla Lima/Subeditora de Política20/07/2018

SÃO LUÍS - O período para a realização de convenções partidárias tem início hoje e vai até o próximo dia 5 de agosto. No Maranhão, todos os pré-candidatos ao governo já marcaram suas convenções. A maioria acontece no fim da próxima semana. Por enquanto, os primeiros sete dias do prazo serão usados para fechar conversas e negociações em andamento entre os partidos.
O primeiro partido que vai realizar convenção será o da ultraesquerda, PSTU. Eles confirmarão o nome de Ramon Zapata para o governo do estado no dia 26 deste mês. Além de Zapata, na chapa majoritária tem ainda Nicinha Durans como candidata a vice-governadora. Saulo Arcangeli e Preta Lu serão os candidatos ao Senado pela sigla.
Depois de Ramon Zapata, terão suas pré-candidaturas confirmadas em convenção Maura Jorge (PSL) e Flávio Dino (PCdoB). Os dois farão os encontros partidários dia 28 deste mês. A primeira no Espaço Renascença e o segundo, no Multicenter Sebrae.
No caso de Maura Jorge, na semana que antecede a convenção de seu partido ela precisará fechar os acordos para a vaga de candidato a vice-governador e também a senador. Por enquanto, há somente conversas entre os aliados para a composição da chapa majoritária, mas sem qualquer definição.
Sobre coligação, o presidente do PSL, vereador Francisco Carvalho, disse a O Estado que a aliança deverá ocorrer com o PRTB, já que “um acordo já está apalavrado”.
A convenção do PCdoB ocorrerá com outras dos demais partidos que fazem parte da base de apoio do governador comunista. Entre as legendas que realizam a convenção no mesmo dia do PCdoB estão PDT, PTB, PRB e DEM.
Sobre a composição da chapa majoritária, a de Flávio Dino parece já estar fechada. Além dele para governador, Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS) disputarão o Senado e Carlos Brandão (PRB) será o vice-governador.
Segundo Márcio Jerry, presidente estadual do PCdoB, os partidos que fazem parte da base de apoio à candidatura à reeleição de Dino debatem atualmente a construção das chapas proporcionais para deputado estadual e federal.
“Os 15 partidos estão construindo pelo diálogo permanente as chapas proporcionais de deputados estaduais e federais. Ao mesmo tempo mobilizando as bases para a grande convenção que dará largada para a reeleição de Flávio Dino governador, Carlos Brandão vice-governador, Weverton e Eliziane para o Senado”, disse.
Esta formação vem sendo questionada mais recentemente apenas pelo PT, que vem reivindicando participação na chapa majoritária e reclama da candidatura de Eliziane Gama ao Senado. E devido a este impasse o PCdoB corre o risco de perder o apoio do PT, que já trabalha com a ideia de candidatura própria ao governo ou mesmo a formação de uma chapa sem candidato a governador e com candidaturas a senador somente.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte