Esporte | Copa do Mundo-2018

Médico da seleção russa diz que jogadores cheiraram amoníaco na Copa

Eduard Bezuglov contou que os atletas russos se utilizaram da prática, que não é proibida pela Fifa
Gazetapress10/07/2018

MOSCOU - O médico da seleção russa, Eduard Bezuglov, contou que alguns atletas da equipe cheiraram amoníaco em partidas da Copa do Mundo. Ele fez a revelação após os jornais alemães Süddeutsche Zeitung e Bild publicarem reportagens mostrando que os atletas russos fizeram uso do expediente nas partidas contra a Espanha e Croácia, que foram para a prorrogação.
O amoníaco provoca dilatação imediata dos pulmões e de cavidade nasal, aumento do fluxo sanguíneo e aumento da velocidade da vascularização cerebral.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte