Esporte | COPA DO MUNDO-2018

Miranda será capitão da seleção no jogo contra a Bélgica

O jogador se torna o que mais iniciou partidas com a braçadeira da seleção brasileira ao lado do técnico Tite; foram cinco oportunidades
Estadão Conteúdo05/07/2018 às 08h05
Miranda será capitão da seleção no jogo contra a BélgicaMiranda, zagueiro da seleção brasileira (Divulgação)


RÚSSIA - O rodízio de capitães implementado por Tite desde o início da sua passagem pela seleção brasileira, no início do segundo semestre de 2016, está bem mais restrito na Copa do Mundo. Nesta quinta-feira, véspera do duelo com a Bélgica pelas quartas de final, a CBF comunicou que o treinador voltou a escolher o zagueiro Miranda para utilizar a braçadeira, agora no confronto marcado para a Arena Kazan.

Miranda já havia sido capitão do Brasil na Rússia, no triunfo por 2 a 0 sobre a Sérvia, pela rodada final do Grupo E, e agora vai realizar a função pela segunda vez na competição. Essa repetição também se deu com Thiago Silva, o seu companheiro na zaga da seleção, que utilizou a braçadeira nos duelos com a Costa Rica, pela primeira fase, e o México, pelas oitavas de final, ambos vencidos por 2 a 0.

Antes do início da Copa do Mundo, Tite havia avisado que manteria o rodízio de capitães durante o torneio, mas indicou que seria mais restritivo na distribuição da faixa, a entregando para os principais jogadores do elenco. E é exatamente isso o que ele vem fazendo, tanto que o outro jogador a utilizá-la foi o lateral-esquerdo Marcelo, no jogo de estreia da seleção, o empate por 1 a 1 com a Suíça.

Com a decisão de entregar a faixa de capitão para Miranda, Tite fez o zagueiro ultrapassar o lateral-direito Daniel Alves, que não pôde participar da Copa do Mundo por estar lesionado, como jogador que mais iniciou partidas sob o seu comando na seleção com a braçadeira - foram cinco oportunidades.

Além dos jogos da Copa contra Sérvia e agora Bélgica, Miranda também exerceu a função em três partidas. Isso aconteceu na estreia do treinador, a vitória por 3 a 0 sobre o Equador, e na goleada por 4 a 1 sobre o Uruguai, ambas fora de casa e em compromissos válidos pelas Eliminatórias Sul-Americanas. O outro jogo foi o ultimo teste do Brasil antes do torneio na Rússia, o triunfo por 3 a 0 sobre a Áustria em Viena.

Ainda nesta quinta-feira, ao lado de Tite, Miranda concederá entrevista coletiva na Arena Kazan, local do confronto com a Bélgica, que determinará um dos semifinalistas da Copa. Em medida de preservação do gramado, o treino da véspera do duelo vai ser realizado no Estádio Central de Kazan.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte