Editorial

Férias é diversão e também cuidado e atenção

02/07/2018

O período de férias chegou e com o período a expectativa de descanso, lazer e muita diversão. E quando é programada com o devido tempo, a perspectiva de dar tudo certo é muito maior.
Mas, como imprevistos acontecem, prevenir é sempre recomendável. Então, quem pretende viajar por rodovia, deve ter primeiramente a preocupação de fazer uma revisão no veículo, dando ênfase para freios, suspensão, alinhamento, entre outros itens.
Também é recomendável que se verifique as condições climáticas no dia da viagem e também a situação das rodovias. Observar os pontos de fiscalização eletrônica em relação à velocidade na estrada e não esquecer de ligar os faróis durante todo o percurso, caso contrário, pode resultar em multas. Sem falar que não se deve dirigir após a ingestão de bebida alcoólica.
Esses são alguns cuidados para as que as férias de verão sejam ainda mais proveitosas para todos, principalmente para as crianças. E exatamente, quando elas estão presentes, não importa se a viagem é de carro ou de avião, é que deve ter mais atenção. Por isso, é sempre bom levar um kit de emergência, contendo anti-inflamatórios, antialérgicos, analgésicos, algodão, gaze, cotonetes e soro fisiológico, entre outros itens básicos.
Para quem tem como destino cidades litorâneas, é sempre bom ter a mão protetor solar e se ainda houver a necessidade de se evitar mosquitos, a mala deve conter também repelentes. O cartão de vacina deve estar em dias e deve fazer parte dos cuidados.
Praia e piscina são ambientes preferidos das crianças. Então, deve-se ficar sempre alerta, especialmente se elas não sabem nadar. Elas nunca devem entrar na água sozinhas. Outro cuidado a ser observado é quanto à exposição ao sol, pois em determinados horários a incidência de raios ultravioletas tem risco mais elevado para a ocorrência de câncer de pele. Nesse caso, além do protetor solar, é indicada a hidratação com bastante líquido, de preferência água.
A própria alimentação também deve ser vista com a devida prudência. Nada de exageros e cautela com comidas exóticas, que podem trazer desarranjos intestinais em crianças e adultos.
Outra dica é com relação à segurança das crianças. Ou seja, não ficar longe dos filhos um só instante para que não se afastem ou então falem com estranhos. O ideal, em locais de grande concentração de pessoas é que sejam plaquinhas de identificação nas crianças com o nome dos pais e o telefone de contato, em casos de emergência.
E todas essas recomendações valem também para quem não for viajar. Quem passar as férias em São Luís deve se ater a todas essas situações.
No caso de se dirigir à orla marítima da Região Metropolitana de São Luís, o cuidado é para se evitar os trechos de praia que estão impróprios para banho. Isto é, áreas que estão com índices de coliformes fecais acima do normal, sendo, portanto, um risco à saúde. E segundo a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), menos de 20% da orla está própria para banho, o que é uma pena para um litoral tão bonito.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte