Esporte | Decisão

Brasil encara o México

Tentando evitar se juntar ao grupo de grandes seleções campeãs que já foram eliminadas do torneio, o técnico Tite apostará na sequência de seus titulares para bater a surpreendente seleção mexicana, que vem obtendo boas vitórias
02/07/2018
Brasil encara o MéxicoCoutinho estará em campo; Brasil não terá mudanças (Fifia)

SAMARA (RÚSSIA) - Agora é vencer ou voltar para casa. A Seleção Brasileira encara seu desafio pelas oitavas de final da Copa do Mundo de 2018 nesta segunda-feira (2), às 11h (de Brasília), quando mede forças com o México na Cosmos Arena, em Samara, na Rússia. Os brasileiros venceram o Grupo E, mas só começaram a convencer nos 2 x 0 sobre a Sérvia na semana passada. Porém, carrega o favoritismo contra os mexicanos que, apesar de terem surpreendido e batido a Alemanha por 1 x 0, avançaram apenas na segunda colocação do Grupo F por conta de uma sonora derrota de 3 x 0 para a Suécia, que abalou a confiança.

Tentando evitar se juntar ao grupo de grandes seleções já eliminadas do torneio, o técnico Tite apostará na sequência de seus titulares para bater a surpreendente seleção mexicana.

O Brasil não entrará em campo com mudanças em relação ao time que já vinha sendo utilizado na primeira fase do Mundial. A única mudança é a entrada de Filipe Luís como titular na lateral esquerda, já que Marcelo, após lesão sofrida na região lombar, ainda não tem condições físicas de atuar em alto nível por 90 minutos ou mais, caso o jogo se encaminhe para a prorrogação.

Fagner, que substituiu Danilo nas duas últimas partidas da Seleção Brasileira por conta da lesão que o jogador sofreu no quadril, continuará entre os 11 iniciais. As atuações seguras diante da Costa Rica e Sérvia acabaram convencendo Tite em deixar o jogador do Manchester City, mais acostumado a jogos de alto nível, na reserva. Quem realmente está descartado do confronto é Douglas Costa, ainda se recuperando de um incômodo na região posterior da coxa direita.

Thiago Silva, que será o capitão da Seleção Brasileira pela segunda vez nesta Copa do Mundo, comentou sobre a equipe do México e deixou o alerta ligado para que o time canarinho não repita as campanhas vexatórias de Alemanha, Argentina e Espanha.

“Acredito que agora você tem que errar o menos possível. Um erro pode custar a eliminação, todo o trabalho que vem sendo feito durante esses quatro anos. Então, toda a concentração é válida para que a gente não perca a concentração com outro tipo de situação. É um jogo difícil, o México. Que a gente possa fazer o nosso melhor e merecer essa classificação”, disse o zagueiro.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte