O Mundo | Crise migratória

Queda da migração para a Europa contradiz discursos xenofóbicos

De 850 mil requerentes de asilo na Grécia em 2015, número caiu para 13 mil neste ano; na Itália, fluxo de chegada é o menor em quatro anos; países ainda estão lutando para absorver os cerca de 1,8 milhão de chegadas pelo Mediterrâneo desde 2014
29/06/2018


LAMPEDUSA/ITÁLIA — Nas praias da Grécia, milhares de migrantes desembarcavam todos os dias. Nos portos da Itália, milhares de pessoas desembarcavam todas as semanas. Nas fronteiras de Alemanha, Áustria e Hungria, centenas de milhares de pessoas passavam todos os meses. Mas isso foi em 2015.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte