Cidades | Transtornos

Depois de rompimento, conserto de adutora causa caos no Bacanga

Por causa de obra, população enfrentou congestionamentos na região central da capital; de acordo com a Caema, obra seria concluída ainda ontem
Monalisa Benavenuto / O Estado22/06/2018

SÃO LUÍS - O rompimento de 900 mm na subadutora que passa ao lado da Barragem do Bacanga ocorreu nna manhã de quarta-feira (20), mas os transtornos continuaram prejudicando quem precisou passar pela Avenida dos Portugueses na manhã e parte da tarde de ontem (21). Para realizar os serviços de reparo, a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) precisou interromper o trânsito no local, devido ao fluxo de máquinas e operários. O engarrafamento causado atingiu diversos trechos da região central de São Luís.
Os serviços foram inciados ainda na quarta-feira, assim que a tubulação secou, e continuaram ontem. Para a realização da obra, foi necessário interromper o fluxo de veículos na pista que fica a cerca de dois metros da subadutora. A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) esteve no local para controlar o rodízio de tráfego. Apesar da ação, o tráfego lento prejudicou quem precisou passar pela região do Bacanga, Beira-Mar e até São Francisco e causou um congestionamento de aproximadamente 7 km.
Muitos alunos da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) também tiveram dificuldades para chegar ao campus. Joseppe Jhemyson Silva, estudante de Comunicação Social, precisou ir andando.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte