Esporte | Ensaio

Seleção Brasileira pega a Áustria antes da Copa 2018

A expectativa no time brasileiro é de uma relativa melhora pela presença de Neymar; o atacante, que operou o pé direito, voltará a começar como titular; contra a Croácia, ele começou no banco de reservas
09/06/2018


Viena
No seu último teste antes da estreia na Copa do Mundo da Rússia, a Seleção Brasileira disputa amistoso neste domingo, às 11h (de Brasília), diante da Áustria no Estádio Ernst Happel, em Viena, capital austríaca. O Brasil derrotou a Croácia na semana passada, por
2 x 0, mas não deixou uma boa impressão, principalmente por conta da dificuldade de criar jogadas.
A expectativa no time brasileiro é o de uma relativa melhora pela presença de Neymar. O atacante, que operou o pé direito, voltará a começar como titular. Ele iniciou o duelo contra os croatas no banco de reservas, entrando no segundo tempo e marcando um dos gols. Ele vai ocupar a vaga de Fernandinho, com o Brasil jogando um pouco mais ofensivo.
“O nosso pensamento é o de ir para este jogo com muito empenho para deixarmos uma boa impressão antes da estreia. Mas a prioridade não é o resultado e sim tudo aquilo que pudermos tirar no campo das observações”, analisou Tite.
Como teste, a Áustria, mesmo sem ter conseguido se classificar para a Copa do Mundo, pode ser considerada importante. O time, que ganhou seus seis últimos confrontos, vem de um trriunfo de
2 x 1 sobre a atual campeã mundial, a Alemanha.
“Assim como a Croácia, a Áustria tem tudo para ser um bom teste, pois são equipes de respeito no continente europeu. O time deles vem de um triunfo sobre a Alemanha e tem tido um bom desempenho recente”, avisou o zagueiro Miranda.
A entrada de Neymar deverá ser mesmo a única modificação. O meia Renato Augusto, lutando contra uma inflamação no pé esquerdo, é a baixa da vez. Ele fica de fora fazendo tratamento.
Pelo lado da Áustria, o polêmico técnico alemão Franco Foda não perdeu a oportunidade de alfinetar Neymar, destaque brasileiro.
“É bom que ele esteja em cam­po. É um grande jogador. Mas a sua multa rescisória é muito alta. Nenhum jogador pode valer duzentos milhões de dólares”, falou Franco.
O treinador espera que sua equipe faça um bom jogo.
“Nosso pensamento é de impor o nosso estilo, como fizemos contra a Alemanha”, disse Foda.
Em relação ao jogo passado, uma mudança é dada como certa na Áustria: o goleiro Siebenhandl, que falhou contra a Alemanha, perde a posição para Heinz Lindner. O destaque do time é o lateral-esquerdo David Alaba, que joga no meio-de-campo na seleção e que defende as cores do Bayern de Munique. l

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte