Cidades | Caótico

Avenidas da Cidade Operária estão repletas de buracos

Situação compromete tráfego e causa transtornos no trânsito; motoristas têm prejuízos com peças
Igor Linhares / O Estado09/06/2018

Para trafegar em algumas ruas do bairro Cidade Operária, é preciso que os motoristas tenham paciência e atenção redobrada para evitar os prejuízos, que são frequentes. Os moradores dizem que a situação não é de agora, mas recorrente há alguns anos.

O estado de abandono das ruas e avenidas irrita moradores e motoristas que utilizam as vias do bairro. Não bastasse os carros pequenos, transporte coletivo público também trafega com dificuldade pelo local.

Na Avenida Este, na Unidade 203, os motoristas redobram o cuidado não só para evitar prejuízos com o carro, mas também para evitar sujar os pedestres de lama, que é um outro problema ocasionado pela buraqueira, que empoça a água da chuva e de casas que têm a água do uso doméstico despejada nas ruas, em vez de ter ligação com o sistema de esgoto público.

Na tentativa de desviar dos buracos espalhados pelas vias do bairro, muitos motoristas acabam se atrasando em outros compromissos do dia a dia, como contou o motorista Ribamar Martins, 56. “Essa situação acontece aqui há muito tempo. Já atrasei várias vezes no serviço tentando desviar desses buracos aqui, tudo para evitar de quebrar o carro”, declarou.

O comerciante Josivan Gonçalves, 57, também reclamou do mesmo problema dos prejuízos com os carros por causa da buraqueira e disse que faltam obras da Prefeitura e do Governo do Estado no bairro. “Essa é uma preocupação de todos nós [a situação das ruas]. A Prefeitura está trabalhando com o governo, mas atualmente não tem feito muita coisa pela Cidade Operária”.

O Estado manteve contato com a Prefeitura de São Luís e, por meio de nota, a Semosp informou que está trabalhando em diversos bairros da capital, visando garantir a melhoria da infraestrutura de ruas e avenidas, mas que em face do período chuvoso o cronograma de serviços acaba sofrendo alterações. A Semosp comunicou que vai enviar equipe ao local citado.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte