Política | Eleições 2018

Em agenda individual, Zé Reinaldo Tavares faz ato em nome do PSDB

Pré-candidato ao Senado faz ato político nesta terça-feira, em Caxias, sem a participação de Roberto Rocha e Alexandre Almeida
Carla Lima/Subeditora de Política05/06/2018 às 10h14
Em agenda individual, Zé Reinaldo Tavares faz ato em nome do PSDBZé Reinaldo Tavares foi filiado ao PSDB no gabinete do senador Roberto Rocha, mas agora não quer apoiar a candidatura ao governo do Maranhão do senador (Divulgação)

Depois de uma semana de crise interna no PSDB e de ficar de fora da agenda do pré-candidato ao governo pelo partido, senador Roberto Rocha, o deputado federal Zé Reinaldo Tavares anuncia evento da legenda em Caxias.

Zé Reinaldo - que ainda é pré-candidato a Senador pelo PSDB - estará nesta terça-feira, às 19h, junto com o prefeito de Caxias, Fábio Gentil, e também com o candidato a primeiro suplente de senador, Catulé Júnior em ato de sua pré-candidatura.

Sozinho, Tavares decidiu fazer sua agenda descolada dos dois outros membros da chapa tucana: Roberto Rocha e o outro pré-candidato ao Senado, Alexandre Almeida.

Crise

O motivo para o afastamento foi a posição de Zé Reinaldo de reafirmar apoio a candidatura do deputado Eduardo Braide ao governo do Estado. O secretário -geral do PSDB, Sebastião Madeira - ex-prefeito de Imperatriz - reagiu e disse que Tavares somente terá espaço no partido se apoiar Roberto Rocha.

A O Estado, Madeira disse que Zé Reinaldo permanece candidato a senador pelo ninho tucano, mas que poderá perder a posição se não se integrar ao projeto do partido.

"O Zé Reinaldo permanece candidato. Isto somente poderá mudar se ele insistir na posição que tem tomado", disse Madeira.

Desde o início da crise que Zé Reinaldo não voltou a conversar com a direção do PSDB.

Tavares insiste na ideia de que antes de entrar na legenda, já havia dito que apoiaria a candidatura de Braide. Entretanto, segundo o secretário-geral da sigla, qualquer pessoa que decidir entrar no partido fica subentendido que se integrará ao projeto da legenda.

"Quem quis entrar no PSDB é porque apoia o projeto do partido. Não precisa ser dito nada. Se Zé Reinaldo entrou no partido fica subentendido que ele aceita o projeto que passa pela candidatura de Roberto Rocha ao governo do Maranhão", afirmou Sebastião Madeira.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte