Cidades | Celebração católica

Corpus Christi é celebrado pela Arquidiocese de São Luís

Solenidade acontecerá nesta quinta-feira, 31, no Aterro do Bacanga, com celebração de missa campal, procissão e apresentação de artistas locais; data é móvel, mas celebrada em todo o mundo
Monalisa Benavenuto / O Estado29/05/2018

Com o tema “A Eucaristia nos alimenta para sermos construtores da paz”, a tradicional celebração de Corpus Christi, realizada na Passarela do Samba, no Aterro do Bacanga, deverá mobilizar fiéis de todos os bairros da capital. De acordo com a coordenação do evento, são esperados mais de 50 mil pessoas na celebração, que acontecerá a partir das 14h30 desta quinta-feira, 31.

A festa de Corpus Christi da Igreja Católica remonta ao século XIII e celebra a presença real e substancial de Cristo na Eucaristia. É realizada na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade. Para os católicos, é obrigatório participar da missa neste dia.

Retomando o tema da Campanha da Fraternidade, o evento deste ano busca sensibilizar os fiéis sobre os altos índices de violência registrados atualmente, como explicou o titular da paróquia de Nossa Senhora da Conceição do Coroadinho e coordenador-geral do evento, padre Robério Lima.

“Nos últimos anos, a festa sempre retoma o tema da Campanha da Fraternidade. Neste ano, o tema da campanha é ‘Fraternidade e superação da violência’. Então, o tema do Corpus Christi vai nessa linha, ‘A Eucaristia nos alimenta para sermos construtores de paz’”, ressaltou.

De acordo com o padre, a festa, que é uma das principais do calendário católico, representa um momento de comunhão entre os cristãos. “Essa festa tem muita importância, uma vez que a Eucaristia está na Gênesis e no sustento da vida cristã.
Como igreja, aqui em São Luís, é um momento de nos encontrarmos para celebrarmos, vivermos essa comunhão, celebrarmos essa dimensão de comunidade, de igreja, que se alimenta, se nutre, no sentido de ressignificar, de nutrir a sua vida a partir da Eucaristia”, explicou.

O evento já aconteceu em diversas áreas da cidade, como a Praça Deodoro, Largo da Igreja de Santo Antônio, Praça Maria Aragão e há cerca de cinco anos é realizado no Aterro do Bacanga, devido ao crescente número de fiéis. Segundo o coordenador-geral da celebração, 26 comissões foram formadas para promover a realização do evento e a expectativa é que mais de 50 mil pessoas estejam presentes nesta edição.

Data móvel
A festa do Corpo e Sangue de Cristo, embora seja uma data móvel, é celebrada em todo o mundo. É ocasião para o louvor e a adoração ao Santíssimo Sacramento do Corpo e Sangue de Cristo, a Eucaristia. Para expressar esse louvor, as paróquias e comunidades adornam as igrejas, enfeitam as ruas e confeccionam tapetes por onde passa a procissão de Corpus Christi.

Feito de materiais reciclados como pó de café, serragem, cascalho, casca de ovo, sal grosso, entre outros, o tapete é preparado pelos fiéis durante a noite e madrugada anterior, ou mesmo no dia da procissão.

A solenidade de Corpus Christi é um evento arquidiocesano que mobiliza todas as paróquias, comunidades e organismos da Igreja Católica. Há o envolvimento dos bispos, padres, diáconos, seminaristas, religiosos e religiosas, leigos e leigas, casais e jovens, enfim, todo o povo de Deus.

Programação
O evento se inicia às 14h30, com a concentração e chegada dos fiéis - uma grande parte em caravanas, de diversos bairros e comunidades da grande São Luís e das cidades que compõem a região continental da Arquidiocese. Após a chegada do público, que será acolhido com muita alegria, ocorrerá, às 15h, a oração do terço mariano, seguida de apresentações musicais e muita animação. Às 17h, haverá a Missa Solene presida pelo arcebispo metropolitano, dom José Belisário da Silva, e concelebrada pelo bispo auxiliar, dom Esmeraldo Barreto, e por bispos convidados, presbíteros, diáconos, e todo o povo de Deus, representando as 54 paróquias da Arquidiocese.

Procissão
Após a missa, será realizada, por volta das 18h30, uma grande procissão luminosa saindo do Aterro do Bacanga, percorrendo a Avenida Beira-Mar, e voltando ao Aterro do Bacanga, onde o arcebispo dará a bênção solene com o Santíssimo Sacramento, por volta das 20h.

SAIBA MAIS

Origem

A expressão Corpus Christi é de origem latina e significa “Corpo de Cristo”. Essa solenidade acontece sempre na segunda quinta-feira depois do dia de Pentecostes. A celebração teve origem em 1243, em Liège, na Bélgica, no século XIII, quando a freira Juliana de Cornion teria tido visões de Cristo demonstrando-lhe desejo de que o mistério da Eucaristia fosse celebrado com destaque. “Celebrar a ceia eucarística é celebrar a presença de Jesus em nosso meio”, explica dom José Belisário da Silva, arcebispo de São Luís. Em 1264, o papa Urbano IV, por meio da Bula Papal "Transiturus de hoc mundo", estendeu a festa para toda a Igreja. A procissão com a Hóstia consagrada, conduzida em um ostensório pelas ruas, é datada de 1274. Porém, segundo historiadores, foi na época barroca que a tradição ganhou força.

Comércio

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio-MA) informou que nesta quinta-feira, 31, dia de Corpus Christi, o comércio poderá funcionar em São Luís das 8h às 14h para os estabelecimentos de rua e das 14h às 20h para as lojas de shopping centers, com pagamento de 100% sobre o valor da hora normal e mais gratificação de R$ 50,00, conforme acordo firmado por meio da Convenção Coletiva de Trabalho. Os supermercados e as farmácias, consideradas atividades essenciais, podem funcionar em horário livre nesse dia.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte