Condenação

Réu é condenado por tentativa de homicídio, em Matões

Segundo a denúncia do Ministério Público do Maranhão (MP-MA), Joaquim Rubim estava caminhando na rua quando cruzou com o agressor

OESTADOMA.COM / com informações da assessoria

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h31
O júri foi presidido pelo juiz Marcos Aurélio Veloso de Oliveira Silva.
O júri foi presidido pelo juiz Marcos Aurélio Veloso de Oliveira Silva. (Condenação)

MATÕES - O Tribunal do Júri da Comarca de Matões condenou Manoel Marinho dos Santos, conhecido por “Marlon”, a três anos e um mês de reclusão, pela tentativa de homicídio contra Joaquim Pedro de Sousa Rubim. O crime foi cometido em 7 de janeiro de 2016.

Segundo a denúncia do Ministério Público, Joaquim Rubim estava caminhando na rua quando cruzou com o agressor. Ele desferiu o primeiro golpe de facão na cabeça da vítima, perseguindo-o com o objetivo de atingi-lo e matá-lo.

Na fuga, o réu anunciou que mataria Rubim e ainda chegou a atingir as costas dele. O motivo da agressão teria sido, segundo o agressor, o fato de a vítima ter, supostamente, agredido um sobrinho de Marlon.

Atuou no julgamento a promotora de justiça Patrícia Fernandes Gomes Costa Ferreira. O júri foi presidido pelo juiz Marcos Aurélio Veloso de Oliveira Silva.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.