Política | Câmara de São Luís

Vereadores se desentendem e pedido de empréstimo é retirado de pauta

Paulo Victor e Genival Alves trocaram acusações e xingamentos devido a pedido de autorização para contrair empréstimo feito pelo Prefeitura de São Luís
Carla Lima/Subeditora de Política07/05/2018 às 13h07
Vereadores se desentendem e pedido de empréstimo é retirado de pautaPaulo Victor defendeu a votação do pedido de autorização de empréstimo da Prefeitura de São Luís (Divulgação)

Um debate acalorado marcou a sessão desta segunda-feira, 7, da Câmara Municipal de São Luís. Os vereadores Paulo Victor (Pros) e Genival Alves (PRTB) se desentenderam e trocaram xingamentos devido a votação de um pedido de autorização para a Prefeitura de São Luís contrair empréstimo de R$ 100 milhões.

A proposta entrou em pauta por quatro vezes e em nenhuma das sessão, a base governista na Casa conseguiu reunir número suficiente de vereadores para votar a proposta.

Os parlamentares estão dificultando a votação porque aguardam a Prefeitura de São Luís dá posições a respeito de requerimentos encaminhados para as secretarias municipais. Segundo os vereadores, os pedidos encaminhados pela Câmara não têm sido atendidos pelo Poder Executivo.

Outra reclamação dos vereadores diz respeito as emendas parlamentares para o período junino. Segundo eles, não há qualquer posição da Prefeitura a respeito.

Confusão - Diante da insatisfação de parte dos vereadores, o vereador Paulo Victor lembrou que o empréstimo de R$ 100 milhões servirá para a dá continuidade ao programa Asfalto na Rua.

O vereador Genival Alves criticou o colega por conta da falta de informações no pedido de autorização da Prefeitura. Segundo ele, não há qualquer previsão dos locais que receberão o Asfalto na Rua.

Neste momento o debate esquentou com até trocas de xingamentos.

A confusão foi contornada pelo presidente da Casa, vereador Astro de Ogum (PR), que lembrou os governistas que o chefe do Executivo precisa ter governabilidade.

Como o pedido de autorização da Prefeitura já estava pela quarta vez na pauta da Câmara, a pauta da Casa acabou ficando trancada. Para destrancar, o líder da Prefeitura no Legislativo, vereador Pavão Filho (PDT), pediu a retirada de pauta do pedido para contrair o empréstimo.

A proposta somente deverá voltar a pauta após acordos serem firmados entre os dois poderes.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte