Economia | Viagem de negócios

Lançada missão empresarial à China e Emirados Árabes

Evento realizado ontem na Fiema visou sensibilizar os empresários locais a estarem nessa viagem de negócios, percorrendo feiras e fazendo visitas técnicas
04/05/2018

Empresários maranhenses de diferentes setores participaram ontem do lançamento de uma missão empresarial à China e Dubai, evento promovido pela Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema). Ano passado, 40 empresários locais estiveram na Ásia, com o objetivo de estreitar relações comercias com esses países.
Este ano, a missão ocorrerá de 9 a 21 de novembro de 2018. E o lançamento da missão é no sentido de sensibilizar os empresários a estarem nessa viagem de negócios, percorrendo feiras, fazendo visitas técnicas e participando de rodada de negócios, nas cidades de Dubai e Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, e em Shangai, Shenzhen e Suzhou, na China.
“Nossa intenção é superar as expectativas da primeira missão, realizada no ano passado, da qual muitos empresários que estão aqui testemunharam o sucesso. Além disso, nosso objetivo é fortalecer o associativismo para superar os gargalos que temos em nosso país, oportunizando e colocando nossas empresas em condições de competitividade com o mercado internacional”, afirmou o presidente da Fiema, Edilson Baldez, que também promoveu, junto com a Secretaria de Estado da Indústria, Comércio e Energia (Seinc), a viagem de negócios em 2017.
Entre as atividades programadas para serem desenvolvidas na China e Emirados Árabes, haverá itinerários específicos de interesse do segmento da construção civil, a exemplo de visitas à cidade planejada de Masdar City, em Abu Dhabi. A intenção é apresentar aos empresários alternativas em construção sustentável, com visitas técnicas a edifícios ícones, construções inteligentes, construções verdes, entre outras.
Para o empresário do ramo da construção Pedro Araújo, que integrou a primeira missão, a ideia é efetivar negócios na segunda viagem. “Fomos surpreendidos pelo gigantismo da China. É um lugar onde todas as tendências podem ser observadas, é um país aberto, com facilidades para fazer negócios. Agora, estamos indo pela segunda vez, já sabendo o que vamos encontrar e esperamos que, mais uma vez, a viagem supere nossas expectativas”.
Além de trabalhar em conjunto com instituições governamentais e não governamentais na organização de missões de grupos de empresários ao exterior, a Fiema atua, por meio do Centro de Internacionalização de Negócios (CIN), viabilizando que empresas maranhenses conheçam destinos que a Federação identifica como potenciais para no­vos negócios.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte