Esporte | Recorde

Moto Club pode se igualar ao Sampaio em títulos neste século

Com seis títulos desde o início dos anos 2000, o Papão do Norte busca se igualar ao rival Sampaio Corrêa, que já ganhou sete taças nesse período
03/04/2018

Moto e Imperatriz se preparam para a decisão do Campeonato Maranhense - 2018, que começa nesta quinta-feira, 5, e o Papão, que busca o seu 26º título da competição, pode igualar o seu rival Sampaio, que é o maior vencedor da competição deste século XXI. Desde o início dos anos 2000, o Tricolor venceu sete edições do Estadual e o Rubro-Negro seis. Portanto, se bater o Cavalo de Aço, que persegue o seu terceiro troféu, o Moto freia a hegemonia tricolor no estado.
Com 33 títulos, o Sampaio foi o time que mais venceu neste século. Desde de 2000, o Tricolor vem mantendo sua hegemonia no Maranhense. O Moto iniciou o século com dois títulos seguidos, 2000 e 2001. Mas, em seguida, viu o Tricolor superar e levar sete ao todo até 2017. Maranhão (2007 e 2013), Imperatriz (2005 e 2015) e JV Lideral (2009) são os “intrusos” entre os dois rivais nos anos 2000.
No entanto, para superar o Imperatriz, o time do técnico Marcinho vai precisar superar a vantagem do adversário, que joga a segunda partida em casa (domingo, 8) e tem a chance do empate no placar agregado. Como uma de suas armas, o Rubro-Negro tem o melhor ataque do campeonato, 18 gols, além do goleador Val Barreto, que já balançou as redes quatro vezes nesta edição. Mas, para bater o Cavalo de Aço, o Moto vai ter de superar uma das maiores defesas do certame, com oito gols sofridos. Somente MAC e Sampaio, com sete gols sofridos cada, têm desempenho defensivo melhor nesta edição.
Marcinho ganhou o reforço do meia Doda, que ficou fora do jogo de volta da semifinal do Campeonato Maranhense após passar mal em um treinamento do Moto, poderá ser relacionado para os jogos decisivos contra o Imperatriz. Depois de uma bateria de exames, o atleta foi liberado e deve ficar como opção no banco de reservas.
Com o retorno do lateral-direito Diego Renan ao time titular, a provável escalação do Moto contará com Rodrigo Ramos; Diego Renan, Betão, Wanderson e Chico Bala; Rafael Santos, Bruno Menezes, Jailson, Everlan e Ricardo; Val Barreto.
Do lado do Imperatriz, o técnico Vinícius Saldanha resolveu fazer mistério e fechou o último treino tático da equipe para realizar suas últimas avaliações a respeito da formação colorada. Saldanha disse que a ideia era testar opções táticas para o duelo diante do Moto.
Para o confronto, o Imperatriz não terá o goleiro Jean, que recebeu o terceiro amarelo e cumprirá suspensão automática. Em seu lugar, Luciano será o nome utilizado. Existe ainda uma dúvida, quando ao volante Zé Neto, que se recupera de uma entorse no joelho.
O primeiro encontro entre Moto e Imperatriz acontece, nesta quinta-feira (5), às 21h45, no Estádio Castelão. O duelo da volta será no próximo domingo (8), às 18h, no Estádio Frei Epifânio d’Abadia, em Imperatriz. l

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte