Geral | Folia

Lava-Pratos arrasta foliões para São José de Ribamar

A tradicional festa, que completa 72 anos, foi comandada por grupos musicais maranhenses e pela Escola de Samba Acadêmicos do Tatuapé, bicampeã do Carnaval paulista, com enredo em homenagem ao Maranhão
Daniel Júnior/Da equipe de O Estado19/02/2018

SÃO LUÍS - Milhares de foliões foram curtir a 72ª edição do tradicional Lava-Pratos, festa carnavalesca realizada sábado e ontem na cidade balneária de São José de Ribamar, na Região Metropolitana de São Luís. Este ano, o evento recebeu a escola de samba paulista Acadêmicos do Tatuapé, que venceu o carnaval de São Paulo com enredo em homenagem ao Maranhão e ao padroeiro São José de Ribamar.

"A festa está boa. Acho que as atrações deveriam ser melhores, mas mesmo assim dá para se divertir. Também vejo que tem mais policiamento. Gosto de me divertir mais afastada da multidão", relatou a estudante Melina Melo, de 26 anos, que estava com a sua filha Maria Clara Melo, de 06 anos.

Muita gente estava fantasiada para aproveitar a tradicional festa. De acordo com a Prefeitura de São José de Ribamar, mais de 800 pessoas, entre policiais, bombeiros, socorristas, segurança privada, guardas municipais e servidores da Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS), atuaram na segurança e em tendas próximas a pontos da folia. A Polícia Militar preparou ainda barreiras responsáveis por revistas de todos que entrarem nos ambientes de programação cultural. Ao todo, foram quatro barreiras feitas pelo Batalhão de Choque da Polícia Militar. A Polícia Civil manteve o plantão na delegacia de São José de Ribamar, aberto para o registro de ocorrências policiais, caso necessário, além do plantão central do Maiobão.

Entre as atrações, estavam Samba Di Boa, Vânia e Vanessa, Regional Fênix, Gargamel, Bicho Terra, Negra Jane, Esfregue e Dance finalizando com a escola Acadêmicos do Tatuapé, campeã do Carnaval de São Paulo com um enredo homenageando o Maranhão.

A lavradora Rosilene Teixeira, de 46 anos, já curte o Lava-Pratos há muitos anos e estava acompanhada da família para cair na folia. " Todos os anos venho para o Lava-Pratos. Vim aproveitar a folga com os meus parentes e se divertir", disse, contente, Teixeira.

O fluxo de veículos nas vias de acesso ao santuário de São José de Ribamar estava congestionado e algumas pessoas desciam dos ônibus no meio do caminho para chegar mais rápido ao evento. l

Galeria de fotos

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte