Edição Digital

Esporte | Debandada

Com crise financeira, debandada no Moto Club continua

Desta vez foi o meia André Mensalão quem deixou o elenco motense, que tem um mês de salário atrasado
10/02/2018
Presidente do Moto, Célio Sérgio afirmou que espera verba do Governo para quitar folha (De Jesus / O ESTADO)

SÃO LUÍS - Com problemas financeiros a debandada no Moto Club continua. Desta vez foi o meia André Mensalão quem deixou o clube. O jogador alegou que recebeu proposta financeira irrecusável de outro clube. Sem ter como segurar o jogador, a diretoria do Papão do Norte liberou o atleta.

André Mensalão é o terceiro jogador a deixar o clube, o primeiro foi o lateral-esquerdo Léo Campos, que não ficou no porque não conseguiu a sua liberação por empréstimo, e depois foi o atacante Jefferson Araújo, que pediu desligamento também alegando que saiu por conta de uma proposta melhor.

Para repor a vaga deixada por Jefferson Araújo, a diretoria do Moto deverá anunciar nas próximas horas o atacante Val Barreto, que se destacou no futebol maranhense com a camisa do Imperatriz. O centroavante de 32 anos estava no Castanhal e entre os clubes que passou com destaque por Remo, Uberlândia, Mogi Mirim, Cuiabá, Santa Cruz e Mirassol.

O clube ainda busca no mercado um lateral-esquerdo por conta da lesão de Guilherme. Com a saída de André Mensalão, o Moto também buscar um meia ainda para a disputa do Estadual.

O elenco do Moto está com um mês de salário atrasado e os funcionários do clube estão há três meses sem receber. A previsão orçamentária do Papão do Norte de acordo com o presidente do clube Célio Sérgio é de R$ 300 mil oriunda da Lei de Incentivo ao Esporte.

Apesar da crise o time vai bem em campo. O Moto invicto na temporada e líder do Campeonato Maranhense, com cinco pontos em três jogos.

O Papão do Norte volta a campo no dia 18 de fevereiro, contra o Cordino. A partida será realizada no Leandrão, às 15h45.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2018 - Todos os direitos reservados.