Cidades | Fé

8° Grito do Carnaval da Igreja da Colheita começa no dia 11

Ato de fé “Topo da Montanha 2018” será realizado na Estrada de Ribamar, em Paço do Lumiar
Daniel Júnior / O Estado09/02/2018
8° Grito do Carnaval da Igreja da Colheita começa no dia 11O “Grito do Carnaval” vem acontecendo há alguns anos, em São Luís (Divulgação)

O ato de fé “Topo da Montanha 2018” será realizado entre os dias 11 e 14 de fevereiro, em São Luís, pela Igreja da Colheita. O 8° “Grito do Carnaval” acontece durante os dias 11 e 12 na Igreja Internacional Resgatando Vidas, na Estrada de Ribamar, em Paço do Lumiar

Quem optar por ficar de fora dos quatro dias de folia do Carnaval de São Luís pode aproveitar programações evangélicas que estão sendo organizadas para esse período.

De acordo com o bispo Renato Chaves, da Igreja da Colheita o objetivo do congresso é promover um entendimento bíblico sobre o Reino de Deus, sendo missão precípua da igreja trazer o Reino para a terra e não povoar o céu. “É no topo da montanha que temos uma visão geral das coisas, mas para chegar até lá um caminho deve ser percorrido e para estar em um novo nível, passa-se pela desistência de querer andar como menino”, explicou Renato Chaves.

O congresso tem entrada franca e programação prevista para começar todos os dias, às 19h, com exceção do domingo, às 18h30. A Igreja da Colheita está localizada na Rua Santo Antônio, 14, Recanto dos Vinhais, na capital maranhense.
Durante os dias 11 e 12 de fevereiro, a Igreja Internacional Resgatando Vidas, no Maiobão, em Paço do Lumiar, ficará fechada, porque os fieis vão às ruas para evangelizar.

“Esse evento já realizamos durante oito anos, no domingo e segunda do Carnaval. Colocamos toda a igreja na rua, nas feiras, nos ônibus com cânticos, utilizando a palavra de Deus e testemunhos. Distribuímos também caldo de ovos para a população. O nosso propósito é pregar o evangelho para toda a criatura. Um período em que o mal impera. Muitas pessoas contraem doenças e no qual aumentam os assassinatos. Temos que falar de Deus para essas pessoas, que muitas das vezes estão suscetíveis de atingidas por algum mal”, disse o pastor Cleyton Campos, da Igreja Internacional Resgatando Vidas.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.