Cidades | Indignação

Por falta de verba, Tijupá não desfilará no Carnaval

Tradicional grupo carnavalesco de alegoria de rua e tambor de crioula comemora 25 anos este ano e alega descompromisso do Governo com preservação da cultura
Daniel Júnior / O Estado07/02/2018
Por falta de verba, Tijupá não desfilará no CarnavalCasinha da roça Tijupá (Divulgação)

Comemorando 25 anos de tradição, o grupo de alegoria de rua e Tambor de Crioula Tijupá não desfilará no Carnaval 2018. De acordo com a organização do grupo, a decisão ocorreu devido à falta de verba. O Tijupá foi sondado pelo Governo do Estado para realizar apenas uma apresentação, mas a proposta não foi aceita por não cobrir os custos de mão de obra, fantasias, aluguel de caminhão, matérias-primas e comidas para os componentes e o público.

“A Secretaria de Cultura do Estado nos ofereceu um valor de R$ 4 mil para fazermos uma única apresentação. Mas o montante é muito baixo para manter o grupo. O Governo do Estado não está valorizando uma tradição genuinamente maranhense. O público vai sentir falta da nossa apresentação. Desfilamos por 24 anos ininterruptos e agora que comemoramos 25 anos, nosso jubileu de prata, fomos ‘agraciados’ com essa atitude do Governo”, afirmou, indignado, Lázaro de Oliveira, presidente do Tijupá.

O grupo Tijupá é composto, atualmente, por 35 componentes, entre pessoas de São Luís e do interior do estado, que tocam e dançam, além dos produtores, responsáveis pela montagem da alegoria, que é uma casinha da roça, símbolo do carnaval maranhense. “Os componentes estão decepcionados. Porque é a nossa alegria desfilar e mostrar o Carnaval do Maranhão para todas as pessoas. Lamento a falta de sensibilidade com a cultura popular”, finalizou Oliveira.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.