Cidades | Encontro

Comunicação social nas igrejas é tema de encontro em SL

Evento foi realizado em comunhão com o Ano Nacional do Laicato, convocado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB)
Daniel Júnior / O Estado29/01/2018

SÃO LUÍS - Com o tema “O protagonismo dos Leigos na Comunicação Evangelizadora”, a Pastoral da Comunicação (Pascom), da Arquidiocese de São Luís, realizou, durante todo o dia de ontem, o IV encontro de Comunicadores Arquidiocesano. De acordo com o Documento 105 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o cristão leigo é compreendido como sujeito eclesial, aberto ao diálogo, à colaboração e à corresponsabilidade com os pastores. O evento ocorreu na Paróquia Nossa
Senhora do Perpétuo Socorro, no bairro da Cohab, na capital maranhense.

Jaqueline Moucherek, comunicadora da Paróquia Santa Paulina, na Cohama, falou sobre a importância de eventos como esse para a comunidade católica e a sociedade em geral. “Esse encontro aproxima os comunicadores que atuam nas paróquias e podemos trocar conhecimentos adquiridos. Também aprendemos aqui com quem não atua na área, que tiveram a oportunidade de participar. Além disso, trabalha em nós a questão da espiritualidade para sabermos lidar com o próximo, assim como Jesus nos pede”, disse.

“O evento nos concede a oportunidade de divulgar as ações das paróquias nas comunidades e nos conscientizar da importância de combater notícias falsas e propagar informações de paz, assim como o papa Francisco nos orientou este ano”, ressaltou o comunicador Marcelo Amorim.

Priscila Valleporto, publicitária e comunicadora da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, na Cohab, defende que evangelizar é o mesmo que comunicar. “Esse encontro é uma realização do dom de estar servindo. Evangelizar é comunicar, é propagar a palavra de Deus, então temos que fazer da melhor forma para impactar vidas. A nossa intenção é propagar notícias de paz e justiça, sem interesses econômicos, políticos, entre outros”, relatou Valleporto.

“A comunicação é importante porque é a forma de anunciar o evangelho, propagar a palavra de Deus. O encontro permite uma capacitação dos comunicadores para compartilhar a mensagem do evangelho de forma eficaz. Nas última décadas, a Pastoral da Comunicação proporcionou um crescimento muito grande à igreja”, explicou o padre Gutemberg Feitosa, coordenador da Pastoral da Comunicação Arquidiocesana.

VEJA:

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte