Edição Digital

Estado Maior

“Penetra, mentiroso”

12/01/2018

Os termos acima foram usados pelo senador João Alberto de Sousa (PMDB), ontem, durante a inauguração da duplicação da BR-135, no trecho entre Estiva e Bacabeira. Ele se referia ao governador Flávio Dino (PCdoB), que, na cara dura, tentou tirar proveito da obra, toda feita pelo Governo Federal - com tentativas de boicote do próprio Dino.
Mas os adjetivos de João Alberto em relação ao comunista que ora ocupa o Palácio dos Leões não pararam por aí. O senador chamou Dino também de mentiroso, por afirmar, em discurso, que cumpriu 92% de sua promessas de campanha, quando se sabe hoje que apenas 22 das 65 promessas dele foram cumpridas, em parte.
Como uma espécie de penetra na festa montada pelo governo Michel Temer, responsável pela conclusão da obra, Dino levou para a BR-135 uma claque gigantesca, com o objetivo claro de fazer zoada e tirar proveito da obra. Gente como o secretário de Infraestrutura, Cleiton Noleto, que, grosseiro, gritava da plateia termos como “vagabundo” a quem ousasse tirar de Dino o que não lhe pertence.
Enquanto isso, outros auxiliares do governador comunista, como o gerente do Procon-MA, Duarte Júnior, ocupavam as redes sociais para afirmar, descaradamente, que era “o governo do Maranhão” que estava “inaugurando a BR-135”.
Foi assim que os comunistas que ora ocupam o Palácio dos Leões tentaram entrar na festa alheia. Aliás, como Dino tem feito constantemente. Talvez pelo fato de ter pouco dele a mostrar aos maranhenses.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2018 - Todos os direitos reservados.