Cidades | Fiação elétrica

Acidentes com quebra de postes aumentam quase 30% em SL

De acordo com a Cemar, enquanto em 2016 foram 350 colisões que resultaram na queda de estruturas da rede elétrica, este ano, foram 496 casos
Thiago Bastos / O Estado31/12/2017 às 00h00
Acidentes com quebra de postes aumentam quase 30% em SLAcidentes com quebra de postes aumentaram 29,4%, em São Luís (Biné Morais / O ESTADO)

Os acidentes com quebra de postes tiveram um aumento de 29,4% em São Luís. Os dados são da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), que apontaram que, enquanto em 2016 foram 350 colisões que resultaram na queda de estruturas da rede elétrica, este ano foram 496 casos.

No Maranhão, ainda de acordo com levantamento da Cemar, de 1º de janeiro a 26 de dezembro deste ano, foram contabilizados 2.039 acidentes com postes da rede elétrica. Ano passado, foram 1.860 acidentes deste tipo, representando uma elevação no índice de 8%.

Dentre as vias com maior número de acidentes, estão as avenidas Jerônimo de Albuquerque, Daniel de La Touche, São Luís Rei de França, Guajajaras, Litorânea, dos Holandeses, dos Portugueses, dos Africanos, dos Franceses, além da Estrada de São José de Ribamar (MA-201). Em sua maioria, ainda segundo a pesquisa, os acidentes ocorrem durante a madrugada e nos fins de semana.

Além do excesso de velocidade, o estado de embriaguez e falhas mecânicas são apontados como os principais fatores para as colisões. Outra condição relevante, neste caso, é a condição da pista já que, na maioria dos casos, os motoristas lidaram com pistas molhadas em decorrência de chuvas. Somado ao prejuízo material, pela queda dos postes e necessidade de reinstalação da estrutura e recolocação da fiação elétrica, um dos principais prejuízos à população com os acidentes envolvendo postes é a suspensão inevitável e necessária do fornecimento de energia.

Nos pontos com os maiores registros de ocorrências, a Cemar instalou defensas (elementos de concreto na frente dos postes). Atualmente, essas estruturas são feitas com manilhas recheadas de areia, cujo objetivo é amortecer o impacto da colisão dos veículos em acidentes.

SAIBA MAIS

Orientações

Em caso de acidentes com postes, a Cemar orienta que a população entre em contato com nossos canais de atendimento, seja por meio da central 116, Chat de atendimento no site www.cemar.com.br, ou pelo aplicativo para smartphones android e IOS).

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte