Economia

São Luís tem o 13º maior PIB entre as capitais do Brasil

Além disso, capital maranhense teve a quarta maior Produto Interno Bruto do Nordeste em 2015.
O Estado MA16/12/2017 às 07h00
São Luís tem o 13º maior PIB entre as capitais do Brasil

No ranking de capitais, São Luís é a 13º com o maior Produto Interno Bruto do país, segundo revelou um estudo divulgado, nesta quinta-feira (14), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) referentes a 2015. De acordo com a pesquisa, a capital maranhense representa 0,45% no Produto Interno Bruno Nacional e figura, ainda, como o maior PIB entre os municípios do Maranhão. Em relação a todas as outras cidades do país, São Luís desponta como o 26º maior PIB entre os municípios brasileiros.

No ranking de capitais, a capital maranhense fica atrás de cidades como Belém, Salvador, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo, que lidera como a cidade com maior participação no PIB nacional (veja no ranking abaixo).

Em relação às outras capitais do nordeste, São Luís surge como a quarta com o maior PIB, atrás apenas de Recife (PE), Fortaleza (CE) e Salvador (BA), que lidera no ranking de capitais nordestinas. Nesse sentido, a participação de São Luís no Produto Interno Bruto da região Nordeste concentra-se em 3,1%, ante 5,6% de Recife, 6,7% de Fortaleza e 6,8% de Salvador.

Nenhum município maranhense aparece no ranking de 30 cidades brasileiras com menores Produtos Internos Brutos do Nordeste. Por outro lado, a cidade de Tasso Fragoso, a 1.518km de São Luís, é o único município maranhense que aparece na lista de cidades brasileiras (excluindo todas as capitais) com o maior PIB per capita por municípios, como 59º colocado. A cidade, segundo o último levantamento do IBGE, possui pouco mais de 8 mil habitantes.

Brasil

De 2002 a 2015, em 20 dos 26 estados brasileiros o PIB das capitais perdeu participação no PIB nacional (-2,9 pontos percentuais). Já a participação dos municípios fora das capitais subiu de 63,9% para 66,9% do PIB, um avanço de 2,9 pontos percentuais no período.

Em 2015, sete municípios (São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre e Manaus) concentravam cerca de 25,0% do PIB do país. Juntos, eles abrigavam 14,3% da população. Os cinco primeiros mantêm a mesma posição no ranking desde 2010.

O que é PIB?

PIB per capita é o produto interno bruto, dividido pela quantidade de habitantes de um país, ou seja, mede quanto, do total produzido, 'cabe' a cada brasileiro se todos tivessem partes iguais. O PIB é a soma de todos os bens de um país, e quanto maior o PIB, mais demonstra o quanto esse país é desenvolvido, e podem ser classificados entre países pobres, ricos ou em desenvolvimento.

O PIB per capita é um indicador muito utilizado na macroeconomia, e tem como objetivo a economia de um país, estado, ou região. Para o cálculo do PIB, é considerado apenas bens e serviços finais.

O PIB per capita é usado como indicador, pois quanto mais rico o país é, mais seus cidadãos se beneficiam. O PIB possui apenas uma consideração, é possível que o PIB aumente enquanto os cidadãos ficam mais pobres, e isso ocorre pois o PIB não considera o nível de desigualdade de renda das sociedades.

Ranking de capitais com maior PIB

1º - São Paulo (SP) - 10,8%

2º - Rio de Janeiro (RJ) / 5,3%

3º - Brasília (DF) / 3,6%

4º - Belo Horizonte (MG) / 1,46%

5º - Curitiba (PR) / 1,4%

6º - Porto Alegre (RS) / 1,14%

7º - Manaus (AM) / 1,12%

8º - Salvador (BA) / 0,97%

9º - Fortaleza (CE) / 0,95%

10º - Recife (PE) / 0,80%

11º - Goiânia (GO) / 0,78%

12º - Belém (PA) / 0,49%

13º - São Luís (MA) / 0,45%

14º - Campo Grande (MS) / 0,40%

15º - Vitória (ES) / 0,38%

16º - Cuiabá (MT) / 0,35%

17º - Natal (RN) / 0,35%

18º - Maceió (AL) / 0,34%

19º - Florianópolis (SC) / 0,31%

20º - João Pessoa (PB) / 0,31%

21º - Teresina (PI) / 0,29%

22º - Aracaju (SE) / 0,26%

23º - Porto Velho (RO) / 0,23%

24º - Macapá (AP) / Não informado

25º - Rio Branco (AC) / Não informado

26º - Boa Vista (RR) / Não informado

27º - Palmas (TO) / Não informado

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte