Polícia | Investigação

Filho é preso por suspeita no assassinato de Nenzin

Segundo a polícia Manoel Mariano Júnior estaria furtando cabeças de gado da fazenda do pai com a ajuda de outras três pessoas, que também foram presas; Nenzin pretendia, no dia do crime, fazer a contagem dos animais
Daniel Júnior 09/12/2017

Manoel Mariano Júnior, filho do ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa, o Nenzin, foi transferido ontem para São Luís, após ser preso naquela cidade, na casa de um amigo, onde estava escondido. Ele teve prisão temporária decretada pela Justiça, após ser apontado pela polícia como o principal suspeito de envolvimento na morte do pai. Além de Júnior, também foram presos mais três pessoas, Francisco David, Luzivan Rodrigues e Antônio Filho, que teriam participação no crime. Os três permanecem presos em Barra do Corda.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte