Polícia | Truculência

Advogado tratado com truculência pelo Batalhão de Polícia Rodoviária da PM durante Blitz na Ilha

A vítima denunciou o caso a Corregedoria Militar; militares ainda penalizaram Marcos Loyola com duas multas de forma irregular
02/12/2017

O advogado Marcos Farias da Luz Loyola, de 48 anos, afirmou ontem ao O Estado que policiais do Batalhão de Polícia Rodoviária da Polícia Militar, que é comandado pelo tenente-coronel Magalhães, teriam agindo com truculência e aplicado multas de forma irregular durante blitz, ocorrida na MA 204, na área do Araçagi, no último dia 9. Marcos Loyola declarou que já denunciou esse caso a Corregedoria Militar e está aguardando uma solução. Ele disse que os policiais militares utilizando truculência afirmaram que o seu veículo estava de forma irregular apesar do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) está em dia.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte