Desfalque é maior

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h35

É maior do que os R$ 12 milhões anunciados no fim de semana o desfalque para a Saúde de municípios maranhenses a partir do veto do governador Flávio Dino (PCdoB) a emendas de deputados estaduais da oposição para esse setor.
Ao divulgar o valor inicial, O Estado fez a ressalva de que ele se referia aos últimos dois anos e apenas às emendas dos parlamentares que haviam respondido a uma consulta durante a semana: Adriano Sarney (PV), Andrea Murad (PMDB), Edilázio Júnior (PV), Eduardo Braide (PMN) e Sousa Neto (Pros).
Após a publicação, outros deputados entraram em contato e confirmaram que também tiveram emendas para a Saúde não liberada pelo comunista.
O deputado César Pires (PEN), por exemplo, cita emendas no valor de R$ 500 mil; Graça Paz (PDT), de R$ 700 mil. E há, ainda, uma emenda de R$ 100 mil de Adriano Sarney para o Hospital do Câncer Aldenora Bello não incluída na relação original.
Já o deputado Wellington do Curso (PP) afirma que destinou R$ 1,2 milhão para ações na área da saúde do Maranhão em 2017.
Assim, o valor sobe de pouco mais de R$ 12 milhões, para quase R$ 15 milhões. Recursos que poderiam ser empregados na saúde do maranhense. Mas que foram vetados pelo Palácio dos Leões.

Cuidar das pessoas
Não passou incólume o plágio do governo Flávio Dino (PCdoB) ao slogan “Governar é cuidar das pessoas” do governo Roseana Sarney (PMDB).
A frase “cuidar das pessoas” foi incluída em diversas peças publicitárias da gestão comunista, o que não passou despercebido.
Na sua mais nova inserção partidária, o PMDB fez questão de ironizar o plágio: - Governar é cuidar das pessoas – a gente já dizia isso -, afirma.

Hospitais
A propaganda partidária do PMDB também destaca os feitos de Roseana Sarney na área da Saúde.
Numa das passagens da peça, cita-se o fato de que a atual rede de hospitais do Estado, motivo de orgulho dos comunistas, já estava concluída quando a peemedebistas deixou o governo.
- Até a rede de hospitais já estava pronta –, diz a inserção.

Não atrapalha
O senador Roberto Rocha (PSDB) fez um apelo, ontem, ao governador Flávio Dino (PCdoB): se não quer ajudar, que não atrapalhe a Codevasf.
- Não compreendo como o governador e alguns deputados podem ser contra a Codevasf. Já que não fez nada por esse povo, não atrapalhe os senadores e a Codevasf -, pediu
A polêmica diz respeito às emendas de bancada dos senadores, de R$ 90 milhões, direcionadas ao órgão. O governador queria o dinheiro nas contas do Estado.

Costa Rodrigues
Um novo problema no piso da quadra forçou a Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel) a adiar a reinauguração do Ginásio Costa Rodrigues.
A praça esportiva deveria ser entregue à comunidade na
sexta-feira, 20, para a realização das finais do JEMs, o que não
foi possível.
Segundo apurou a coluna, houve problemas com parte do material fornecido para a empresa Cristal Engenharia, responsável pela obra.

Fardados
Chamou atenção na Conferência Estadual do PCdoB, realizada na semana passada em São Luís, a quantidade de funcionários comissionados do Governo do Estado presentes ao evento.
Mais do que isso: vários deles receberam “fardas” com as cores e a logomarca do partido para vestir durante a plenária.
Os mais “entusiasmados” eram os servidores da SES e do Procon.

Ausências
Alguns adversários do governador Flávio Dino (PCdoB) destacaram as ausências de aliados na Conferência Estadual do PCdoB.
Os mais citados foram os deputados federais André Fufuca (PP) – que firmou aliança com os comunistas há uma semana – e José Reinaldo Tavares (PSB).
Ocorre que os dois parlamentares estavam em Brasília no dia do evento, sexta-feira, 20. E tratavam da liberação da emenda de bancada para o Maranhão.

DE OLHO R$ 1,2 milhão foi quanto custou a nova reforma do Costa Rodrigues, ainda não reinaugurado

E MAIS

• Um terreno baldio transformado em lixão no Jardim Eldorado tem tirado o sono de moradores do local.

• Provocou intensas reações dos comunistas o artigo do ex-presidente José Sarney em que ele chama de “vergonha nacional” o “gaiolão da tortura”.

• O senador Roberto Rocha surpreendeu ontem ao visitar a ex-primeira-dama do Estado Isabel Cafeteira, esposa do ex-governador e ex-senador Epitácio Cafeteira.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.