Geral | Protesto

Moradores do Pirapora interditam via por falta de água no bairro

Segundo informações dos manifestantes, o bairro encontra-se sem água há duas semanas, causando muitos prejuízos e transtornos
oestadoma.com18/10/2017 às 08h50
Moradores do Pirapora interditam via por falta de água no bairroManifestantes interditam via do bairro. (Davi Max)

SÃO LUÍS - Moradores do bairro Pirapora, próximo ao Anil, interditam na manhã desta quarta-feira (18), a avenida principal da localidade. Segundo os manifestantes, o motivo do protesto pelo fato de parte do bairro está sem água há duas semanas.

Ainda de acordo com os moradores, até o momento nenhuma providência foi tomada por parte da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema). "Quando raramente chega água nas torneiras é por volta das 3h da manhã. Esse é o horário que conseguimos lavar algumas roupas", conta o morador que se identificou como Francisco.

Os manifestante relatam ainda dos transtornos que a situação causa. "Temos crianças e idosos em casa. Sem água é impossível fazer muitas atividades básicas", reclama outro morador.

Os moradores afirmam que se nenhuma providência foi tomada até esta quinta-feira (19), em protesto, eles interditaram totalmente a avenida Santos Dumont, na sexta-feira (20).

Procurada por nossa equipe, a Caema esclarece que, devido a períodos de chuvas cada vez mais escassos e que afetaram negativamente o abastecimento da cidade, a companhia tem concentrado esforços para manter a regularidade do fornecimento de água em diversas áreas da capital. Especificamente no Pirapora, foi realizada uma manobra para garantir o abastecimento da comunidade, que está bastante comprometido por conta do nível do R-9, responsável pelo suprimento do bairro.

A Companhia informa ainda que vem realizando manobras constantes em todos os reservatórios da capital para que a cidade seja abastecida da melhor forma possível, e que a situação deve ser melhorada após a entrega da nova adutora do Sistema Italuís, que resultará em um incremento de 30% a mais na atual vazão contribuindo também para o fim da intermitência em várias áreas atendidas pelo Italuís.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte