Esporte | Semifinais da Série C

Diá aponta mudança no meio e Diego Silva fala em “luta até o fim” no Sampaio

Treinador indica que deve optar pela volta de Valderrama no meio e Diego Silva afirma que equipe não repetirá atuação ruim novamente
05/10/2017 às 16h02
Diá aponta mudança no meio e Diego Silva fala em “luta até o fim” no Sampaio Francisco Diá comanda treino no CT do Sampaio (Divulgação/Sampaio Corrêa)

SÃO LUÍS – O sábado (7) se aproxima e o Sampaio corre para deixar o time no ponto para a decisão diante do Fortaleza (CE). O jogo vale uma vaga na final da Série C e o Tricolor maranhense precisa reverter a vantagem do time cearense, que venceu por 1 x 0 na partida da ida. Com a necessidade de vencer, o técnico Francisco Diá certamente fará mudanças no time. Um dos titulares, o volante Diego Silva acredita que a postura da equipe, que não jogou bem, será outra em São Luís.

LEIA MAIS

Sampaio terá mudanças para jogo da volta contra o Fortaleza

Fortaleza volta a ser “pedra no sapato” do Sampaio fora de casa

Para lotar o Castelão, Sampaio antecipa venda de ingressos

Com a volta de Esquerdinha, o Diá vai saca Jefferson Recife e volta com a sua defesa titular, formada por Pedro Costa, Maracás, Odair Lucas e Esquerdinha. A dúvida fica no meio de campo. Valderrama e Hiltinho concorrem a vaga de Fernando Sobral, que está suspendo. Se optar por Hiltinho, o treinador vai com uma equipe mais ofensiva. Como precisa do resultado, essa pode ser uma boa opção. Mas, segundo as declarações do próprio Diá, ele pode voltar com Valderrama, que jogou bem na vitória na fase anterior sobre o Volta Redonda, no Rio de Janeiro, e deixou o meio de campo mais aguerrido.

“Não treinei e o time ainda não está definido. É certo que vai ter de duas a três mudanças. Devo ir com o Valderrama, pois o Sobral vem jogando de segundo volante. O substituto de Fernando Sobral natural é o Valderrama”, comentou o técnico.

Outra pegada

Em entrevista ao site do Sampaio, o volante Diego Silva garantiu que o Sampaio vai jogar de outra maneira nesta partida da volta. O time foi bastante criticado no revés por 1 x 0 no Ceará e o atleta mostra que isso incomodou a todos.

“O jogo está aberto. Não atuamos tão bem na partida passada, mas, se conseguirmos repetir tudo que fizemos ao longo do campeonato, temos tudo para reverter esse placar. Vamos buscar essa classificação até o fim”, afirmou o volante Tricolor.

Para Diego, a presença do torcedor e apoio serão fundamentais para essa virada. “A nossa torcida já mostrou que tem força e pode jogar junto. Foi assim no jogo do acesso e pode ser o diferencial novamente. Nossa expectativa é de entrar em campo com o Castelão lotado para conquistarmos a classificação”, disse.

O grupo do Sampaio treina nesta quinta-feira (15) no Castelão e nesta sexta-feira (6) a atividade será no CT José Carlos Macieira.

O Sampaio recebe o Fortaleza, no próximo sábado, às 17h, no Estádio Castelão, em São Luís, precisando vencer por dois gols de diferença para avançar às semifinais da Série C.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.