O Mundo | Tragédia

México: Número de mortos por terremoto da semana passada chega a 305

O estado de Morelos registra 73 vítimas, Puebla teve 45 pessoas mortas, o Estado do México registrou 13 vitimais fatais, Guerrero teve seis mortos e Oaxaca tem registro de uma vítima
Estadão Conteúdo23/09/2017 às 15h15

MÉXICO - Funcionários dizem que o número de mortos, vítimas do terremoto de magnitude 7,1 graus na semana passada no centro do México, subiu para 305. O chefe da Defesa Civil, Luis Felipe Puente, se manifestou pelo Twitter neste sábado, dizendo que 167 dessas mortes estavam na Cidade do México.

O estado de Morelos registra 73 vítimas, Puebla teve 45 pessoas mortas, o Estado do México registrou 13 vitimais fatais, Guerrero teve seis mortos e Oaxaca tem registro de uma vítima. O trabalho de resgate continua quatro dias após o terremoto.

Novo tremor

Os sismólogos acreditam que o terremoto de magnitude 6,1 graus, ocorrido hoje no sul do México, seja reflexo de outro tremor ainda mais forte ocorrido em 7 de setembro, que mediu 8,1 graus e matou pelo menos 90 pessoas.

O geofísico norte-americano Paul Caruso afirma que um forte terremoto como o do começo deste mês pode prejudicar os edifícios que não desmoronam, tornando-os mais vulneráveis. "Um terremoto menor pode fazer com que os edifícios danificados desabem".

O Serviço Nacional de Sismologia do México diz que sua própria rede registrou milhares de réplicas do 7 de setembro. Gravou 15 de magnitude 4,0 ou mais apenas nas primeiras nove horas e meia deste sábado.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte