Vida | No SUS

Saúde incorpora novo medicamento para pacientes com microcefalia

Levetiracetam reduz número de convulsões e ameniza as reações adversas da doença; insumo estará em até 180 dias no SUS
05/09/2017

BRASÍLIA - O Ministério da Saúde incorporou, ontem, novo medicamento para o controle de convulsões em pacientes com microcefalia decorrente de infecção pelo zika vírus. O Levetiracetam, que já é utilizado em países como Canadá e Escócia, apresentou evidências clínicas satisfatórias, como a redução no número de convulsões em usuários pediátricos com a doença e menor reação adversa. A nova aquisição estará disponível aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) em até 180 dias.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte