Cidades | Solidariedade

Maranhenses participam da corrida solidária e contribuem na luta contra o câncer

Carlos Dias está realizando o desafio de correr durante 24 h e vai percorrer em 19 capitais. Em São Luís, a corrida está ocorrendo na avenida Litorânea e o dinheiro arrecadado vai ser doado para o GRAAC
02/09/2017 às 12h30
Maranhenses participam da corrida solidária e contribuem na luta contra o câncerO maratonista Carlos Dias está realizando uma campanha para ajudar esse hospital. (Ismael Araújo/O Estado)

As pessoas, que foram correr ou caminhar, durante a manhã de sábado, 2, na avenida Litorânea, aproveitaram para contribuir com o Hospital do Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer (GRAAC), em São Paulo. Esta instituição é considerada como referência no tratamento de câncer e já possui o selo Joint Commission International (JCI) de acreditação hospitalar.

O maratonista Carlos Dias está realizando uma campanha para ajudar esse hospital. O atleta vai percorrer durante este ano em 19 cidades do país onde realiza o desafio de passar por um período de 24 h correndo em companhia da população. Ele começou a realizar esse projeto na capital carioca, até o momento percorreu por mais de cinco cidades. Na última quarta-feira, chegou a São Luís e a próxima parada é Fortaleza, no Ceará.

Ainda segundo Carlos Dias, as pessoas compram o kit composto com uma camiseta e a medalha, em seguida, participam da corrida em sua companhia. Já o dinheiro arrecadado vai ser entregue para o GRAAC. “Em cada capital, eu e os amigos reunimos forças para o desafio possa ocorrer com uma boa estrutura”, declarou o atleta.

Litorânea

O ponto base do projeto na capital maranhense foi uma pizzaria, localizada na Litorânea. Neste local, as pessoas estão conseguindo adquirir o kit e participar do desafio. Carlos Dias disse que o percurso da corrida é pela extensão da Litorânea e teve início às 9 h em ponto de sábado, 2, e vai se estender até o domingo. “Vou correr direto, mas farei algumas paradas para tomar água, almoçar e jantar”, explicou.

A corretora de imóvel, Verônica Costa, disse que esse tipo de projeto é de suma importância, pois, além de contribuir com uma instituição de saúde, também ajudar a manter a forma física do cidadão.

Adreane Silva, de 38 anos, declarou que ficou sabendo da realização desse projeto em São Luís por meio do rádio. “Fiquei sabendo que o maratonista iria realizar esse desafio, então, resolvi participar e também não deixar de ajudar esse grupo voltando para crianças e adolescentes portadores de câncer”, declarou.

Hospital

No dia 26 de fevereiro, o Hospital GRAACC, o Instituto de Oncologia Pediátrica, abriu as suas portas. Em 13 de abril, o GRAACC assinou convênio com a UNIFESP, consolidando a parceria técnico-científica com a universidade. No dia 5 de maio, o hospital é oficialmente inaugurado. Naquele ano, são atendidas 173 crianças e adolescentes e em menos de 15 anos mais de 15 mil atendimentos foram feitos nesse hospital.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte