Polícia | Fraude

Acusados de estelionato são encaminhados pela polícia para Pedrinhas

O trio criminoso foi preso pela Seic quando pretendia sacar de forma ilegal um valor de R$ 35 mil utilizando documentos falsos dentro de agência bancária na capital
19/08/2017 às 15h02
Acusados de estelionato são encaminhados pela polícia para PedrinhasAinda segundo informações da polícia, o trio criminoso foi preso na última sexta-feira acusado de tentar aplicar golpe em um banco da capital. (Foto: Divulgação / SSP)

Na manhã de sábado, 19, Luis Gustavo de Oliveira Melo, de 25 anos; Rayan Hallef Rodrigues Fontoura, de 23 anos; e Eduardo Balluz Neto, de 19 anos, foram encaminhados para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Ainda segundo informações da polícia, o trio criminoso foi preso na última sexta-feira acusado de tentar aplicar golpe em um banco da capital.

Eles foram presos pela equipe da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic). O superintendente da Seic, delegado Thiago Bardal, informou que os criminosos foram presos após apresentarem documentos falsos em uma agência bancária, localizada no bairro do Cohafuma, com um objetivo de sacar uma quantia de R$ 35 mil oriundo de pagamento de condenações judiciais contra a Fazenda Pública.

O delegado também disse que os criminosos foram levados para a sede da Seic, no Bairro de Fátima, onde prestaram esclarecimentos e autuados pelos crimes de associação criminosa e estelionato na foram tentada.

Bardal ainda declarou que esses detidos fazem parte de um grupo criminoso especializado na falsificação de documentos para o recolhimento de verbas dessa natureza em vários bancos do Maranhão. “As investigações vão continuar, pois, há outras pessoas envolvidas nesse esquema fraudulento”, disse o delegado.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte