Política | São Luís

Oposição a Edivaldo Júnior na Câmara Municipal deverá crescer

Presidente Astro de Ogum (PR) falou a aliados da possibilidade de ir para oposição após vereadores o pressionarem por posicionamento em relação a Prefeitura
Carla Lima Subeditora de Política09/08/2017 às 14h01
Oposição a Edivaldo Júnior na Câmara Municipal deverá crescerVereadores estão insatisfeitos com o prefeito de São Luís Edivaldo Júnior (Divulgação)

A semana na Câmara Municipal de São Luís começou agitada nos bastidores políticos. Motivo é a insatisfação de vereadores com o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT). E essa insatisfação tem sido manifestada nos discursos dos parlamentares que reclamam de falta de ações concretas da gestão pedetista.

Na sessão da terça-feira, 8, por exemplo, o vereador Umbelino Júnior (PPS) fez discurso reclamando da falta de atenção da Prefeitura de São Luís com as demandas apresentadas na Câmara de São Luís.

Mesma reclamação foi feita pelo vereador do PSD, Cézar Bombeiro. Ele disse que não há informações de que as solicitações feitas pelos parlamentares por meio de requerimentos estejam sendo atendidos pelo prefeito Edivaldo Júnior.

“Como são poderes independentes e que precisam interagir, um deve atender ao outro, já que o Executivo precisa do Legislativo e vice-versa”, disse Bombeiro.

Outros vereadores como Marquinhos Silva (DEM) e Aldir Júnior (PR) também já usaram a tribuna da Casa para criticar o prefeito Edivaldo Júnior. Áreas como Educação e Saúde são os alvos principais de críticas.

Já outros parlamentares estão insatisfeitos com a Prefeitura, mas tentam resolver nos bastidores os conflitos entre os poderes.

"Existem mais insatisfeitos do que vereador na oposição. Na oposição ao prefeito existem mesmo somente dois vereadores: eu e Chaguinhas. Os demais ainda não definiram mesmo se serão opositores na Câmara", afirmou Estevão Aragão (PSB).

Reunião - E é dos vereadores insatisfeitos com o prefeito de São Luís que está vindo as pressões contra o presidente da Câmara, Astro de Ogum.

Os parlamentares esperam uma posição do presidente, que a aliados, já até admitiu deixar a base de apoio de Edivaldo Júnior.

Astro de Ogum começou a conversar com os colegas de parlamento para que seja acertada uma posição a ser tomada.

Nesta quarta-feira, 9, o presidente recebeu um grupo de vereadores para saber quais as reclamações e quais as sugestões a serem apresentadas.

Articulação - Enquanto os vereadores vão reclamando da falta de cumprimento de acordos por parte do prefeito Edivaldo Júnior, o secretário Municipal de Articulação Política, Jota Pinto, garante que o canal de diálogo entre o Executivo e o Legislativo está aberto.

Além disso, Jota Pinto lembra que as demandas dos vereadores são muitas, mas diante da crise econômica, a Prefeitura de São Luís está priorizando os serviços mais urgentes.

"Passamos por uma crise e não temos como atender todas as demandas. Dentro do planejamento, a Prefeitura tem sim buscado resolver problemas apresentados pelos vereadores, mas dando prioridades às demandas mais urgentes", afirmou Jota Pinto.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte