Economia | Ponta da Madeira

Maior exportador de minério de ferro do país está no Maranhão

Porto de Ponta da Madeira, privativo da Vale, em São Luís, embarcou 73,4 milhões de toneladas no primeiro semestre deste ano para o mercado internacional
21/07/2017
Maior exportador de minério de ferro do país está no MaranhãoPorto movimentou 73,4 milhões de toneladas de minério de ferro, de 183,9 milhões de t exportados pelo país (Divulgação)

SÃO LUÍS - O Porto de Ponta da Madeira, privativo da Vale em São Luís, movimentou 73,4 milhões de toneladas de minério de ferro, do total de 183,9 milhões de toneladas exportados pelo país no primeiro semestre deste ano, conforme matéria publicada pelo portal especializado Notícias de Mineração Brasil.

Dessa forma, Ponta da Madeira foi o maior exportador de minério de ferro no período, seguido dos portos de Tubarão, no Espírito Santo, com 49,99 milhões de toneladas, e Sepetiba, no Rio de Janeiro, com 49,98 milhões de toneladas.

A receita brasileira com os embarques de minério de ferro nos seis primeiros meses do ano totalizou US$ 10 bilhões. O valor corresponde a um aumento de 81,8% ante o mesmo período do ano passado, cuja receita com as exportações foi de US$ 5,5 bilhões.

Mercado

Os principais compradores de minério de ferro brasileiro de janeiro a junho deste ano foram a China, com 105,4 milhões de toneladas, a Malásia, com 11,8 milhões de toneladas, e o Japão, com 11,4 milhões de toneladas da commodity.

Somente no mês de junho, o Brasil exportou 33,7 milhões de toneladas de minério de ferro, alta de 16,2% ante as 29 milhões de toneladas da commodity que foram embarcadas no mesmo mês de 2016.

A receita com as exportações, que foi de US$ 1,3 bilhão, foi 30% maior do que a obtida em junho do ano passado, que foi de US$ 1 bilhão. O principal país comprador de minério de ferro do Brasil foi a China, com 20,8 milhões de toneladas. Com informações do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2018 - Todos os direitos reservados.