Cidades | Revolta

Contra buraqueira, vias são interditadas em bairros

Avenida Brasil, na Divineia, e a Rua 3 Irmãos, na Santa Clara, estão fechadas para o tráfego de veículos, em protesto por causa da situação dessas vias
04/07/2017

SÃO LUÍS - Cansados de esperar pela ação do poder público, moradores de dois bairros de São Luís decidiram interditar as vias em que moram, em protesto contra a buraqueira. Na Divineia, uma das principais avenidas do bairro está fechada para o tráfego. Por causa das condições de pavimentação, os ônibus já tinham tido o itinerário modificado. Na Santa Clara, galhos e pneus bloqueiam o tráfego na rua que está cheia de buracos e lama. No local, fica uma escola municipal, que agora está com o acesso comprometido.

A interdição na Divineia foi feita no cruzamento da Avenida Brasil com a Travessa Maria Alice, próximo à Feira do Mangueirão. O local é um ponto de comércio movimentado, mas há vários anos moradores e comerciantes convivem com os buracos na via. As chuvas fortes deste ano agravaram o problema. Revoltados os moradores resolveram fechar a avenida. “A gente procurou diversas vezes a prefeitura. Sempre diziam que iriam arrumar e nada foi feito até agora”, disse o lojista José da Silva Ramos.

No cruzamento das ruas a buraqueira é tão grande que existe um desnível cuja altura impede a passagem de veículos. Um cano foi colocado atravessado entre as duas vias para fechar definitivamente o tráfego. “Na verdade, o tráfego aqui já estava fechado porque não tem como passar. O que fizemos foi colocar uma interdição para chamar a atenção do poder público”, disse a moradora Maria Conceição Rodrigues.

Até os ônibus que circulam pelo bairro tiveram o itinerário mudado por causa da buraqueira. O local tem ainda outro problema, o mau-cheiro. “Até a coleta de lixo está comprometida aqui e como tem uma feira perto, a sujeira se acumula e a gente sofre com o mau-cheiro”, afirmou a estudante Cassiane Mayara, 16 anos.

Longe dali, em outro bairro populoso de São Luís, a Santa Clara, mais uma rua foi interditada pelos moradores. A Rua 3 Irmãos hoje tem poucos sinais do asfalto de sua antiga pavimentação. A maior parte dela está tomada pela lama formada pela combinação chuva e terreno argiloso. Quem mora na localidade não sabe mais a quem recorrer para ter o problema resolvido. Problema, aliás, que não é exclusividade da via, garantem os moradores do bairro.

A saída foi interditar a 3 Irmãos com troncos de árvores e pneus para chamar a atenção da Prefeitura de São Luís. “Tem cerca de um mês que a rua está interditada. Os moradores colocaram um monte de entulho para fechar de vez a passagem de veículos, principalmente veículos pesados que estavam piorando a situação da rua, conta o mecânico Josidelmo da Costa, morador da Rua São Miguel, que fica bem em frente ao ponto interditado da 3 Irmãos. Além da falta de asfalto, os moradores precisam lidar com os alagamentos que ocorrem em dias de chuva forte, já que não há rede de drenagem pluvial na área.

Na rua fica uma escola municipal, a Unidade de Ensino Básico (UEB) Santa Clara cujo acesso agora precisa ser feito pela Rua Nossa Senhora Aparecida, já que a entrada, na Rua 3 Irmãos, está comprometida.

O Estado entrou em contato com a Prefeitura de São Luís para saber quando as vias receberão serviços de pavimentação, mas até o fechamento desta página não houve retorno.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte