Esporte | NBA

Curry e Durant brilham e colocam Warriors em vantagem de 2 a 0 na final da NBA

Na noite de domingo (4), Stephen Curry driblou a quem quis, superou a boa atuação de LeBron James e liderou o time de Oakland na vitória
Estadão Conteúdo05/06/2017 às 10h00
Curry e Durant brilham e colocam Warriors em vantagem de 2 a 0 na final da NBAKevin Durant e Stephen Curry. (Foto: Divulgação / NBA)

ESTADOS UNIDOS - O Golden State Warriors está em vantagem de 2 a 0 na final da NBA. Na noite de domingo (4), Stephen Curry driblou a quem quis, superou a boa atuação de LeBron James e liderou o time de Oakland na vitória sobre o Cleveland Cavaliers por 132 a 113, em casa.

O técnico Steve Kerr retornou ao banco do Warriors após mais de seis semanas afastado por problemas de saúde, em uma partida em que Curry repetiu a magia que o tornou o Jogador Mais Valioso da NBA por dois anos seguidos. E com o auxílio luxuoso de Kevin Durant, colocou o time de Oakland a duas vitórias do título da NBA.

Curry registrou o seu primeiro triple-double nos playoffs com 31 pontos, 11 assistências e dez rebotes, enquanto que Durant acumulou 33 pontos, 13 rebotes e seis assistências, se aproximando do seu primeiro anel de campeão.

"Ele esteve aqui, nas duas últimas semanas, especialmente, e nos deu recomendações", disse Curry referindo-se a Kerr. "Mas tê-lo de volta no banco significa muito. Nós adoramos a sua presença. Nós adoramos sua voz. E nós somos um grupo completo quando ele está lá. Por isso significa muito."

Kerr foi ovacionado pela torcida em seu regresso. Ele não dirigia o time desde 19 de abril, na segunda partida da primeira rodada dos playoffs contra o Portland Trail Blazers. O técnico sofria com dores constantes devido a complicações derivadas de duas cirurgias nas costas em 2015.

O Cavaliers só conseguiu liderar o placar nos minutos iniciais do duelo e se manteve próximo do Warriors nos dois primeiros quartos - o time de Oakland fechou o primeiro vencendo por 40 a 34 e o segundo por 67 a 64, deslanchando no terceiro, tanto que iniciou o último período liderando o placar por 102 a 88.

"Perdemos a bola muitas vezes no primeiro tempo. Mas no segundo, creio que nos normalizamos. Tentamos jogar simples e defensivamente apenas tentamos enfrentar seus disparos", disse Durant.

Mesmo sem conseguir evitar a derrota do Cavaliers, LeBron teve uma atuação espetacular, com 29 pontos, 14 assistências e 11 rebotes. Esse foi o seu oitavo "triple-double" nas finais da NBA, igualando o recorde de Magic Johnson. Mas o astro não contou com respaldo suficiente para responder ao arsenal do Warriors, por mais que Kevin Love tenha anotado 27 pontos. Já Kyrie Irving marcou 19.

Klay Thompson deixou para trás uma baixa produção nos playoffs para marcar 22 pontos, incluindo quatro cestas de três, além de ter boa atuação defensiva, com sete rebotes pelo Warriors, que acertou 18 de 43 arremessos de longa distância.

O Warriors segue sem ter sido batidos nos playoffs, com 14 vitórias, e tenta se tornar a primeira equipe a se coroar campeã invicta na pós-temporada. A final agora muda de local e vai para Cleveland, onde serão disputadas duas partidas, nas próximas quarta-feira e sexta. Assim, se vencer esses dois duelos, o Warriors vai faturar o título da NBA longe de casa.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte