Cidades | Meio ambiente

Protetores ambientais discutem o meio ambiente em seminário

O evento contou com mesas redondas, apresentações culturais, exposição de objetos e materiais confeccionados pelas crianças da iniciativa, e homenagens às pessoas que se destacaram na luta pelo meio ambiente
26/03/2017 às 00h00
Protetores ambientais discutem o meio ambiente em seminárioCrianças da iniciativa Protetores Ambientais em Ação participaram do evento (De Jesus / O ESTADO)

Crianças da iniciativa Protetores Ambientais em Ação realizaram na sexta-feira, 24, no auditório Fernando Falcão, na Assembleia Legislativa do Maranhão, o seminário “Açã Jeniparana… estamos te ouvindo”. O evento contou com mesas redondas, apresentações culturais, exposição de objetos e materiais confeccionados pelas crianças da iniciativa, e homenagens às pessoas que se destacaram na luta pelo meio ambiente.

O mais interessante é que toda a dinâmica do seminário foi feita pelas crianças e adolescentes da iniciativa Protetores Ambientais em Ação, isso quer dizer que eles participaram das discussões, participaram das apresentações e até mesmo fizeram as bolsas que foram distribuídas aos participantes do seminários.

A iniciativa Protetores Ambientais em Ação é um projeto que faz parte do Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana. A princípio, o Comitê contava com crianças e adolescentes apenas a partir dos 11 anos, mas viu-se a necessidade de ampliar essa abrangência, com isso surgiu o novo projeto, que completa um ano agora em maio de 2017.

O seminário então, funciona como um trabalho de conclusão, onde as crianças apresentaram tudo o que aprenderam e também puderam cobrar dos gestores públicos presentes, São Luís e São José de Ribamar enviaram representantes, através de uma carta de intenções que foi confeccionada durante o evento.

Trajetória
O Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana surgiu em 2011, com apoio do O Fórum Nacional da Sociedade Civil nos Comitês de Bacias Hidrográficas (Fonasc.CBH) e de 8 escolas comunitárias. É um projeto de educação ambiental, cuja iniciativa visa engajar a juventude no andamento das políticas públicas no Maranhão, em especial, na preservação e conservação dos seus recursos hídricos. O Comitê é o primeiro projeto nesta faixa etária (11 a 15 anos) instituída no Brasil, é pioneiro no Maranhão e foi inspirado no modelo criado no município de Maracanaú no Ceará.

Neste tempo o projeto já recebeu prêmios, incluindo, em 2015, o reconhecimento como a melhor prática em educação para gestão de recursos hídricos, durante o 13º Encontro Interbacias, em São Pedro-SP.

Em 2016, o Comitê avançou em suas ações e deu início à iniciativa Protetores Ambientais em Ação, permitindo agregar crianças a partir dos 5 anos de idade, com o apoio do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), através do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente. Esse projeto terá duração de 1 ano e vai atender a 180 crianças de forma direta e mais de 2 mil de forma indireta.

SAIBA MAIS

Os membros do Comitê foram buscar na língua Tupi-Guarani a palavra “Açã”, que quer dizer grito/gritar, para fazer um alerta para realização de efetivas ações para salvar o Jeniparana.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte