Cidades | Transporte

Ambulantes são retirados dos terminais e migram para calçadas

Sem nenhum aviso prévio, os comerciantes informais tiveram de deixar os espaços por determinação dos consórcios que agora são responsáveis pelos terminais; Defensoria Pública quer que Prefeitura resolva questão
10/03/2017

SÃO LUÍS - Os ambulantes que trabalhavam nos terminais de integração em São Luís não podem mais entrar nos locais para vender seus produtos, como faziam há alguns anos. Isso porque, de acordo com o edital de licitação do transporte público, cujo resultado foi divulgado no meio do ano passado, os espaços passam a ser responsabilidade dos consórcios vencedores do processo licitatório, que poderão explorar comercialmente os terminais. Na prática, trata-se de um processo de privatização dos terminais, o que pegou de surpresa os ambulantes, que afirmaram que não foram avisados de nada, mas apenas expulsos de seus locais de trabalho. No terminal da Praia Grande, a grande maioria migrou para o lado de fora do estabelecimento e se fixou, principalmente, na principal entrada da estação.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte