Cidades | Plataforma

10 dias depois: muita demanda e poucos carros da Uber rodando em São Luís

Plataforma que conecta condutores e passageiros por meio do smartphone está intensificando o recrutamento de interessados em trabalhar
OESTADOMA.COM03/03/2017 às 10h38
Poucos motoristas rodando simultaneamente em São Luís

SÃO LUÍS - Dez dias após começar a prestar serviço em São Luís, a Uber ainda têm poucos carros para atender a grande demanda de usuários. Por causa disso, a plataforma que conecta condutores e passageiros por meio do smartphone está intensificando o recrutamento de pessoas interessadas em trabalhar fazendo corridas na capital maranhense.

No dia 21 de fevereiro, quando começou a fazer corridas, O Estado testou o serviço e conseguiu uma corrida rapidamente, pois o número de carros rodando simultaneamente era razoável. Com o passar dos dias, a quantidade veio caindo e, em horários como no início da manhã e no fim da noite, o usuário dificilmente consegue fazer uma corrida, pois não há carros disponíveis.

Mesmo durante o horário comercial, a demanda de pedidos de corridas não acompanha o número de motoristas trabalhando. De acordo com o motorista Carlos Pavão, quando está trabalhando, não consegue atender nem um terço dos pedidos de corridas feitos pelos usuários da plataforma.

Com poucos motoristas trabalhando, a Uber está intensificando o recrutamento de pessoas interessadas. Nas redes sociais, é constante a presença de anúncios convidando para trabalhar na plataforma, em São Luís. Grupos privados em WhatsApp e Facebook também estão empenhados em conseguir mais gente que queira oferecer corridas na cidade.

Anúncios patrocinados em rede social

Regulamentação

O vereador Paulo Victor (Pros), autor do Projeto de Lei n° 00/2017 - que trata da “regulamentação da atividade econômica privada de transporte individual remunerado de passageiros” -, protocolará na segunda-feira (6) um requerimento na Câmara Municipal pedindo a realização de uma audiência pública para que se discuta a presença da Uber e aplicativos similares na capital.

O objetivo é promover o debate não apenas entre os vereadores, mas também com setores da sociedade civil, para esclarecer pontos da matéria, que prevê regras e taxas a serem pagar antes do cadastro de motoristas

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte