Estado | Alerta

Chuvas fazem cratera e rodovia pode ter rompimento

Trecho da BR-222, entre Arari e Miranda, tem um imenso buraco e a PRF orienta motoristas a não passar pelo local
OESTADOMA.COM / com informações da PRF 18/02/2017 às 15h08

SÃO LUÍS – Motorista que trafegam pela rodovia BR-222 precisam ficar atentos. Depois das fortes chuvas que caíram nos últimos dias, parte do asfalto da pista cedeu e, a qualquer momento, um rompimento total da via pode acontecer. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) está orientando motoristas de caminhões e carretas a não passar pelo local, mas precisam no Km-264, entre Arari e Miranda, no povoado Bubasa.

Desde sexta-feira (17) a Polícia Rodoviária Federal começou a avisar os condutores de veículos pesados, especialmente caminhoneiros e carreteiros, a não trafegarem pelo km 264. As fortes e constantes chuvas que caem naquela região estão danificando a base que dá suporte ao pavimento. As manilhas para escoamento das águas que passam por baixo do asfalto não estão suportando o grande volume de água. Por conta disto o pavimento pode romper a qualquer momento. O trânsito de caminhões e carretas pode acelerar a ruptura.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) está ciente e encaminhou uma empresa para o local a fim de avaliar a situação. De acordo com os engenheiros que estiveram no local, os serviços de recuperação só poderão ser iniciados quando parar de chover. Agentes da PRF passaram o dia no local sinalizando e advertindo os motoristas de veículos de carga a evitarem aquele trecho. O volume de chuvas no Maranhão e Piauí estão bem acima do volume verificado no ano anterior, o que pode acelerar a erosão do asfalto em alguns trechos, além de aumentar a quantidade de buracos na pista em determinadas regiões.

A PRF deu alternativas para quem precisa passar pelo local. Vejas abaixo os possíveis desvios:

1. Os veículos pesados podem utilizar a BR 316 como desvio. Passando por Bacabal. O deslocamento entre São Luís e Santa Inês pela BR, portanto, seria por Miranda do Norte, São Mateus do Maranhão, (povoado) Caxuxa, Bacabal, Pio XII e Santa Inês.

2. Outro caminho possível é pelo Ferry Boat. Desembarcando no Cujupe, passando por São João Batista, Viana, Vitória do Mearim, Santa Inês.

VEJA ABAIXO VÍDEO GRAVADO POR POPULARES

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte