Cidades | Chuva

Institutos emitem alerta de inundações e deslizamentos no Maranhão

De acordo com o alerta, há previsão de pancadas de chuva que poderão atingir forte intensidade localmente e deslizamentos pontuais em áreas urbanas
13/02/2017 às 10h55
Chuva intensa nesta segunda-feira

SÃO LUÍS - O Maranhão corre risco de inundações e deslizamentos nesta segunda-feira (13), segundo aviso geohidrológico/meteorológico emitido pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Nacionais (Cemaden), Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec) e Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

De acordo com o alerta, há previsão de pancadas de chuva que poderão atingir forte intensidade localmente, "gerando condições para a ocorrência de eventos de inundações bruscas e deslizamentos pontuais em áreas urbanas". O aviso destacou que é alto o acumulado pluviométrico decorrente da chuva ocorrida nas últimas 72 horas e, dessa forma, é média possibilidade de abertura/atualização de alertas de risco geo-hidrológicos.

Alerta emitido nesta segunda

LEIA TAMBÉM

Manhã de caos no trânsito de São Luís deixa motoristas irritados

Chuva deixa pista alagada e arriscada no Renascença

Semáforos param e causam caos no trânsito de São Luís

Alagamento em rua do Renascença deixa carro "ilhado"

Desde o início da manhã de hoje a capital maranhense está enfrentando forte chuva. Engarrafamentos em vários pontos da cidade deixaram motoristas irritados e muitos preferiram voltar para casa.

Foram relatados pontos de engarrafamento na Forquilha, Jaracati, Bandeira Tribuzi, Avenida Castelo Branco, Ponte do São Francisco e até na Via Expressa. Além da chuva, colisões entre veículos na Ponte Bandeira Tribuzi e Areinha, além de uma van com problemas mecânicos na Forquilha teriam causado a lentidão. A pane em vários semáforos em pontos da cidade também contribuiu para deixar o trânsito ainda mais confuso.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte