Cidades | 'Gato' de água

Caema encontra 34 pontos de furto de água na adutora do Italuís

Ligações clandestinas são instaladas na tubulação com o objetivo de desviar o produto; situação contribui para uma perda de 35% da água; R$ 8 milhões deixam de ser arrecadados com o furto de água destinada a bairros
26/01/2017

SÃO LUÍS - Assim como o furto de energia elétrica é uma fraude comum na Região Metropolitana de São Luís, o da água disponibilizada pela Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) está se tornando uma prática corriqueira. Para se ter uma ideia, a companhia já identificou ao longo da adutora do Sistema Italuís 34 ligações clandestinas de furto do líquido.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte