Política | Câmara Federal

Ministra dá prazo para Câmara se posicionar sobre reeleição do atual presidente

Deputado pedetista entrou com Mandato de Segurança para tentar impedir que Rodrigo Maia dispute a eleição marcada para o dia 1º de fevereiro, na reabertura dos trabalhos
17/01/2017

BRASÍLIA - A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, determinou a notificação da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados para que preste informações, no prazo de 10 dias, acerca do pedido formulado no Mandado de Segurança (MS) 34574, no qual o deputado federal André Figueiredo (PDT-CE) questiona a possibilidade de reeleição do atual presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), na atual legislatura.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte