Cidades | Praias

Cinco pontos da orla de São Luís estão impróprios para banho

Novo laudo de balneabilidade foi elaborado pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema); Ponta d'Areia tem trecho problemáticos
09/12/2016 às 17h59
Placa indica trecho impróprio para presença de banhistas

SÃO LUÍS - Documento elaborado pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) aponta que cinco pontos da orla de São Luís estão atualmente impróprios para banho. A constatação foi feita após análises de técnicos da pasta e que serviram de base para a montagem do laudo.

De acordo com o relatório, todos os cinco pontos considerados impróprios estão situados na Praia da Ponta d’Areia. Um deles em frente à Praça de Apoio ao Banhista, trecho com grande fluxo de pessoas, especialmente nos fins de semana. Os demais pontos impróprios ao longo da praia da Ponta d’Areia estão situados a poucos metros de prédios residenciais e hotéis.

O único trecho considerado próprio que corresponde a praia da Ponta d’Areia está situado preto do Forte de Santo Antônio. Após a confirmação da impureza de trechos da orla da Grande Ilha, a Sema fixou placas informando sobre a situação.

O laudo que constatou os cinco pontos impuros da orla tem como referência o trabalho de monitoramento feito entre os dias 6 de novembro e 4 deste mês. Além das praias da Ponta d’Areia, a qualidade de água foi analisada nas seguintes praias: Araçagi, São Marcos, Calhau, Olho d’Água e do Meio.

Para a avaliação da qualidade da água, foi utilizado um indicador microbiológico do grupo Estreptocos Fecais que serve como parâmetro para quantificar as bactérias a cada 100 mililitros de água do mar. Segundo a Sema, as análises obedecem aos padrões fixados pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama).

Laudo de balneabilidade

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte