Política | Crise Política

Decisão de manter Renan no comando do Senado abre divergência na Casa

Alguns senadores entenderam que a decisão de aguardar manifestação do pleno do Supremo é a mais correta; outros, acham que a decisão de Marco Aurélio deve ser cumprida
07/12/2016

Os senadores de oposição ao governo divergiram ontem em relação à decisão da Mesa Diretora do Senado de não aceitar o afastamento imediato do presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), como determina a liminar do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), emitida na última segunda-feira, 5.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte