Alternativo | Memórias

Memória do Sumo Pontífice em exposição

Exposição “São João Paulo II: Peregrino da Misericórdia na Terra das Palmeiras” está em cartaz no Museu de Artes Sacras até o dia 11 de novembro, reunindo elementos usados pelo Sumo Pontífice em visita a São Luís, em 1991
26/10/2016
Memória do Sumo  Pontífice em exposiçãoVisita do papa João Paulo II reuniu milhares em São Luis (Divulgação)

Há 25 anos, o Papa João Paulo II, autoridade máxima da Igreja Católica na época, desembarcava em São Luís para celebrar um missa campal no Aterro do Bacanga. Foi no dia 13 de outubro de 1991, data em que os maranhenses foram envoltos em uma atmosfera de expectativas ante a sua chegada. Dentro do papamóvel (veículo blindado e transparente), João Paulo II percorreu a cidade e se dirigiu à Igreja de Santo Antônio e ficou hospedado no Centro Teológico do Maranhão.

Agora, em celebração a esse episódio, o Museu de Arte Sacra (Centro Histórico) chama a atenção com a exposição “São João Paulo II: Peregrino da Misericórdia na Terra das Palmeiras”, com visitação de terça-feira a sábado, das 9h às 17h, e aos domingos, das 9h às 13h. A exposição, em cartaz até o dia 11 de novembro, reúne cerca de 50 artefatos utilizados pelo Papa em São Luís, como a casula (roupa), três cálices, missal assinado por ele, turíbulo usado na missa da igreja, galetas de água e vinho e outras peças, além de registros fotográficos da passagem do Pontífice pelo Maranhão reunidos em um banner.

De acordo com o curador da exposição, Luís Guilherme da Silva, há ainda uma medalha e um terço, peças ofertadas ao arcebispo de São Luís à época, Dom Paulo Pontes, jornais com matérias da época, lembranças da missa. “Nós temos ainda imagens de santos de preferência do Sumo Pontífice. Reunimos todos esses elementos e montamos essa exposição, que está bastante interessante e curiosa”, disse o curador.

Missa

Canonizado recentemente pela Igreja Católica, o então Papa João Paulo II percorreu as principais ruas da cidade e, além da missa campal no Aterro do Bacanga, celebrou outra na Igreja de Santo Antônio, com a presença de bispos, padres, seminaristas e religiosos de São Luís. Em sua segunda viagem ao Brasil, João Paulo II visitou nove capitais em nove dias. Em São Luís, percorreu várias ruas até chegar ao Centro de Formação de Líderes, no Seminário Santo Antônio.

O papa desembarcou no Aeroporto Marechal Hugo da Cunha Machado na noite do dia 13 de outubro. Após descer da aeronave, ele beijou o chão da capital maranhense, repetindo um ritual que se tornou uma das marcas pessoais do seu pontificado, durante o qual ele visitou mais de 129 países. A primeira visita ao Brasil ocorreu em 1980. Após o desembarque no aeroporto da capital, João Paulo II foi cumprimentado por diversas autoridades do estado, como o então governador do Maranhão, Edison Lobão, e o senador José Sarney.

Em seguida, ele desfilou no papamóvel acompanhado por uma multidão que aguardava ansiosa. Um dos principais pontos onde se concentraram os fiéis foi a ponte do São Francisco, que teve o trânsito interditado naquela noite. Enquanto percorria avenidas da cidade, seminaristas aguardavam o sumo pontífice na Igreja de Santo Antônio, na Praça Antônio Lobo, onde ele foi acolhido pela Arquidiocese de São Luís. l

Serviço

O quê

Exposição “São João Paulo II: Peregrino da Misericórdia na Terra das Palmeiras”

Quando

Até o dia 11 de novembro

Onde

Museu de Arte Sacra (Praça Dom Pedro II)


Entrada franca

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte