Em São Luís

Militares e homens do Exército deram apoio às eleições em SL

Presença das forças policiais ocorreu de forma mais intensa devido aos últimos ataques realizados por criminosos contra ônibus e escolas na região metropolitana

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h45
Homens do Exército e da PM garantiram segurança de eleitores/De Jesus
Homens do Exército e da PM garantiram segurança de eleitores/De Jesus (Exército e PM)

Por causa dos últimos ataques registrados na capital maranhense, pelo menos 480 homens do Exército e parte da tropa da Polícia Militar do Maranhão (PMMA) foram distribuídos nas seções eleitorais de São Luís.
Os homens do Exército postos nas seções estavam armados com fuzis e se posicionaram na entrada dos prédios. Até o fechamento desta edição, nenhuma ocorrência mais grave havia sido registrada nos locais de votação. A escola pública Ecilda Ramos, no Maranhão Novo, era uma das que tinham maior número de oficiais.
No Centro de Ensino Cidade de São Luís, na Cohab, a segurança dos eleitores também foi feita por homens do Exército. “Eu gosto da presença do Exército. Passa maior segurança para o cidadão”, disse o aposentado José de Souza Ribeiro, que votou na escola Ecilda Ramos.

Balanço
Ainda hoje a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP) deverá se pronunciar oficialmente sobre o trabalho feito pela Polícia Militar (PM) durante as eleições. A presença da força federal no estado foi determinada pelo Governo Federal, o que motivou, no sábado, 1º, a visita à capital maranhense do ministro da Defesa, Raul Jungmann, e do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TRE), Gilmar Mendes.
De acordo com o comandante do 24º Batalhão de Infantaria Leve (BIL), tenente-coronel Carlos Frederico de Azevedo Pires, em todo o estado 1.290 militares do Exército, Aeronáutica e Marinha foram destacados para trabalhar nas eleições do Maranhão aos quais se juntaram 7,5 mil homens das Polícia Militar e Civil.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.